Sue Ogrocki/AP
Sue Ogrocki/AP

Nenê brilha e Rockets abre 3 a 1 sobre Thunder; Cavaliers 'varre' Pacers e avança

Brasileiro faz 28 pontos na vitória da equipe de Houston

Estadão Conteúdo

23 de abril de 2017 | 21h14

Em um dos dois jogos já encerrados neste domingo pelos playoffs da NBA, o brasileiro Nenê teve uma atuação brilhante e impulsionou o Houston Rockets na vitória por 113 a 109 sobre o Oklahoma City Thunder, fora de casa, que deixou o seu time a triunfo de avançar à próxima fase da liga de basquete dos Estados Unidos. Já o Cleveland Cavaliers superou o Indiana Pacers por 106 a 102, também como visitante, e "varreu" o rival neste primeiro estágio dos playoffs ao fechar a série entre os dois times em 4 a 0.

Mesmo iniciando a partida como reserva e jogando por apenas 25 minutos ao total, o pivô Nenê teve um desempenho praticamente perfeito e terminou o jogo como cestinha do Rockets, com 28 pontos. Ele acertou nada menos do que todos os 12 arremessos de quadra que arriscou e converteu mais quatro de sete lances livres.

Desta forma, o time de Houston abriu 3 a 1 na série melhor de sete partidas contra o time de Oklahoma e terá a chance de assegurar classificação às semifinais da Conferência Oeste na próxima terça-feira, quando atuará como mandante.

A excelente atuação de Nenê também acabou ofuscando o astro Russell Westbrook, que foi o cestinha do confronto, com 35 pontos pelo Thunder, e voltou a fazer história ao contabilizar mais um "triple-double" por também ter acumulado 14 rebotes e 14 assistências.

Ele fez história pelo fato de se tornar o segundo jogador em todos os tempos a conseguir obter três "triple-doubles" consecutivos em partidas de playoffs da NBA. Ele se uniu ao lendário Wilt Chamberlain, que conseguiu somar dois dígitos em três fundamentos em quatro partidas seguidas desta mesma fase da competição em 1967.

A nova atuação de gala de Westbrook, porém, não foi suficiente para suplantar o melhor desempenho coletivo do Rockets, que teve outros dois suplentes (Eric Gordon e Lou Williams), além de Nenê, como outros principais destaques ofensivos, com 18 pontos cada um. Esta mesma pontuação foi atingida pelo pivô Steven Adams, do Thunder.

VARRIDA DO CAMPEÃO

Atual campeão da NBA, o Cleveland Cavaliers voltou a justificar o seu favoritismo diante do Indiana Pacers para avançar às semifinais da Conferência Leste com a chamada "varrida" (quatro vitórias nos quatro primeiros jogos dos playoffs). Para isso, foi liderado mais uma vez por grande performance de LeBron James, cestinha do duelo, com 33 pontos, sendo que o astro maior da equipe ainda garantiu um "double-double" ao apanhar dez rebotes.

E LeBron foi decisivo ao marcar uma cesta da linha dos três pontos que fez a sua equipe ficar à frente do placar no minuto final, quando o Pacers chegou a estar vencendo por 102 a 100 e ainda sonhava com o triunfo para seguir vivo nesta série contra o Cavaliers.

O outro principal destaque do time de Cleveland foi Kyrie Irving, com 28 pontos, e ele também foi melhor do que o maior cestinha do Pacers, Lance Stephenson, que fez 22. Logo atrás pela equipe de Indianápolis, com 20 pontos, veio Myles Turner. Já Paul George decepcionou como principal astro dos anfitriões ao marcar apenas 15.

Classificado às semifinais do Leste, o Cavaliers agora espera pela definição do seu próximo adversário, que sairá do embate entre Toronto Raptors e Milwaukee Bucks. Esta série está empatada em 2 a 2 e o quinto duelo da melhor de sete partidas entre os dois times será nesta segunda-feira, no Canadá.

Tudo o que sabemos sobre:
basquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.