Nets não sabem como parar Shaq

A única alternativa do New Jersey Nets para manter-se vivo nos playoffs da NBA é conter o gigante pivô Shaquille O?Neal, o que admite o técnico Byron Scott, ?é muito mais fácil falar que fazer?. Com O?Neal, e seu parceiro Kobe Bryant, o time do Los Angeles Lakers venceu três partidas do playoff decisivo na série melhor-de-sete, e está a um passo de conquistar o tricampeonato da liga. O?Neal é o vilão dos Nets. Castigou os rivais com 36 pontos no primeiro jogo, 40 no segundo e 35 no terceiro, além de marcante presença na defesa e nos rebotes. ?Não há uma forma de parar Shaq. Para detê-lo o senhor e a senhora O?Neal teriam de fazer outro como ele. Só um outro como Shaq pode parar Shaq?, disse Scott, técnico dos Nets, nesta segunda-feira, sobre o jogo de desta quarta-feira ? outra vitória e os Lakers fecham o playoff por 4 a 0. ?Dois dias, dez dias, não importa o tempo que o time tenha para se preparar, não faz diferença. Qualquer coisa que se faça ou planeje contra Shaq funciona, na melhor das hipóteses, se nesse dia ele só fizer 30 pontos.? O técnico Phil Jackson, que foi seis vezes campeão da liga com o Chicago Bulls e busca o seu terceiro título com os Lakers, observa que ?Shaquille e Kobe estão jogando num nível em que ninguém tem nada a corrigir, muito concentrados.? O?Neal passa por cima dos elogios. ?Não sou super-homem, tenho uma equipe e um técnico como Phil que me ensinou a ganhar.? O?Neal, que nasceu e cresceu em Newark, no estado de New Jersey, disse que desejava ganhar o título em sua cidade. ?Distribui uns 70 ingressos entre amigos e familiares. Assim terei quem me aplauda quando levantar o troféu?, disse um sorridente O?Neal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.