Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

No basquete, NBB é exemplo positivo em transmissões digitais

Liga brasileira aposta em Facebook e Twitter para passar as partidas da competição

Marcius Azevedo, O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2018 | 17h00

A Liga Nacional de Basquete é um exemplo positivo de transmissões pelas plataformas digitais. Além das exibições em TV aberta (Band) e fechada (SporTV), os jogos do NBB chegam aos fãs do esporte pelo Facebook – pela segunda temporada – e Twitter, em ação inédita no Brasil.

+ Leia as últimas de esportes

Na atual temporada, sete jogos foram transmitidos pela página do Facebook do NBB. São 72.818 visualizadores únicos em média. O recorde até aqui é na partida entre Joinville e Bauru, com 125.350 visualizadores únicos. Na temporada passada, o recorde foi de 192 mil, registrado no quinto jogo da série entre Flamengo e Pinheiros.

No Twitter, foram oito jogos, com média de 30 mil visualizadores únicos. O recorde foi registrado no duelo entre Bauru e Flamengo, com 53.258. A decepção ficou com Caxias e Joinville, com apenas 592 visualizadores únicos.

Mais conteúdo sobre:
basquete NBB [Novo Basquete Brasil]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.