No Basquete, rival é o Uruguai

A seleção brasileira masculina de basquete enfrenta o Uruguai amanhã, às 22 horas, pela terceira rodada da 4.ª Copa América-Pré-Mundial, em Neuquén, na Argentina (a ESPN Internacional transmite ao vivo). No mês passado, no Sul-Americano de Valdivia, no Chile, a vitória no confronto das duas equipes ficou com os brasileiros (75 a 62). Domingo, o Brasil folga na competição e volta à quadra na segunda-feira, às 22 horas, para jogar com a Argentina. Um dos trunfos da equipe para superar os uruguaios são os pivôs. Anderson Varejão, que forma com Nenê a jovem dupla de pivôs-revelação do Brasil, acha que a seleção não pode esperar facilidade, porque o Uruguai é um time experiente e precisa muito dessa vitória. Os uruguaios perderam para a Argentina na estréia, por 103 a 63, enquanto o Brasil venceu os Estados Unidos por 116 a 78. "Eles disputam cada lance, acreditam em todas as bolas e, como no Sul-Americano, teremos de impor nosso esquema tático e abrir logo uma boa diferença para termos tranqüilidade na partida", observou Anderson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.