No sufoco, Spurs segue vivo; Denver de Nenê é eliminado

O San Antonio Spurs suou, mas manteve-se heroicamente na briga pelo título da NBA. Na noite da última quarta-feira, a equipe venceu o Memphis Grizzlies por 110 a 103, na prorrogação, em casa, e diminuiu a desvantagem na série para 3 a 2 nos playoffs. Ainda assim, se o Grizzlies vencer o jogo seis, nesta sexta-feira, em casa, estará classificado.

AE, Agência Estado

28 de abril de 2011 | 09h50

A vitória do Spurs só foi possível por causa da bola de três conseguida por Gary Neal no estouro do cronômetro, que empatou a partida em 97 a 97 e a levou à prorrogação. Pouco antes, Manu Ginóbili havia acertado um arremesso, aparentemente de três, que empatava o jogo em 94 a 94. Mas, após revisão dos árbitros, a bola foi considerada de dois pontos.

Na prorrogação, a equipe texana se impôs e garantiu a vitória. O cestinha da partida foi o argentino Ginóbili, com 33 pontos. Ele contou com a ajuda de Tim Duncan, que anotou um "double-double" - 13 pontos e 12 rebotes - e Tony Parker, que marcou 24 pontos e deu nove assistências. O brasileiro Tiago Splitter atuou por 15 minutos, com seis pontos e três rebotes. Do lado do Grizzlies, Zach Randolph foi novamente o destaque, com 26 pontos e 11 rebotes.

Se o time de Splitter foi bem, o outro brasileiro que atuou na última quarta não teve motivos para comemorar. O Denver Nuggets de Nenê perdeu para o Oklahoma City Thunder por 100 a 97 e foi eliminado, sendo derrotado na série por 4 a 1.

O ala Kevin Durant esteve em uma noite inspirada. Maior cestinha da temporada regular da NBA, ele anotou 41 pontos, igualando sua melhor marca em playoffs. Na fase decisiva do jogo ele foi fundamental. Nos últimos três minutos e meio, quando o Nuggets liderava por nove pontos, Durant anotou 14 pontos, contra seis de toda a equipe adversária, e garantiu a vitória.

O ala ainda contou com boas atuações de Kendrick Perkins, com 11 pontos e nove rebotes, e Russell Westbrook, com 14 pontos, para garantir o triunfo do Thunder. O cestinha do Nuggets foi o ala Arron Afflalo, que teve a chance de empatar o jogo com uma bola de três no último segundo, com 15 pontos. Nenê teve um desempenho discreto, com oito pontos e nove rebotes.

Quem também garantiu a classificação para a próxima fase dos playoffs foi o Miami Heat, que venceu o Philadelphia 76ers, por 97 a 91, e agora enfrenta o Boston Celtics nas semifinais da Conferência Leste.

Os três astros do Heat anotaram "double-doubles". Dwyane Wade foi o cestinha, com 26 pontos, além de 11 rebotes, Chris Bosh anotou 22 pontos e 11 rebotes, e LeBron James, 16 pontos e dez rebotes. Elton Brand e Andre Iguodala foram os melhores do 76ers, com 22 pontos.

Os playoffs da NBA continuam nesta quinta-feira com três partidas. O Atlanta Hawks recebe o Orlando Magic precisando de uma vitória para vencer a série em 4 a 2. Quem também lidera a série por 3 a 2 e pode garantir vaga na próxima fase é o Los Angeles Lakers, que, fora de casa, enfrenta o New Orleans Hornets. O Dallas Mavericks vive a mesma situação e viaja até o Oregon para enfrentar o Portland Trail Blazers.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.