Jack Dempsey/AP
Jack Dempsey/AP

Nuggets, de Nenê, vence a primeira dos playoffs

Time de Denver faz 126 a 113 sobre o Utah Jazz, na NBA, com 42 pontos de Carmelo Anthony

EFE

18 de abril de 2010 | 04h49

O ala Carmelo Anthony não pôde começar melhor sua trajetória nos playoffs da NBA ao se tornar o líder indiscutível do Denver Nuggets na vitória por 126 a 113 sobre o Utah Jazz, no primeiro jogo eliminatório da Conferência Oeste.

Veja também:

linkCeltics abre série contra Heat com vitória

linkHawks vence primeira partida dos playoffs sobre o Bucks

linkCleveland Cavaliers vence na abertura dos playoffs

blog BLOG BATE-PRONTO - Palpites para a primeira fase dos playoffs da NBA

Anthony voltou a ter seu melhor jogo e com 42 pontos - 18 de 25 arremessos de quadra, duas de cinco tentativas de chutes de três pontos triplos e quatro de quatro lances livres - estabeleceu nova marca individual como profissional para a competição da fase final.

A vitória deixou a Nuggets com marca de 1 a 0 na série ao melhor de sete e o segundo jogo será disputado no mesmo palco, o Pepsi Center, na próxima segunda-feira.

O ala do Nuggets liderou uma lista de seis jogadores que conseguiram dez ou mais pontos, incluindo o ala-armador reserva J.R.Smith que marcou 20.

O pivô brasileiro Nenê Hilário converteu 19 pontos, pegou seis rebotes, deu três assistências e conseguiu uma roubada de bola para ser o terceiro cestinha da equipe nos 36 minutos que esteve em quadra.

O armador Chauncey Billups chegou aos 15 pontos com oito assistências para ser o diretor do jogo da equipe e o ala Kenyon Martin fez sentir sua presença no garrafão ao pegar 12 rebotes dos 42 que teve a equipe, por apenas 26 do Jazz.

O Nuggets também foi superiores ao Jazz em todos os itens do jogo com 57% de acerto nos arremessos de quadra, 42% nos de três pontos e 76% nos lances livres, comparados a 55%, 41% e 75%, respectivamente, do Jazz.

A vitória foi a primeira que o treinador assistente Adrian Dantley consegue na fase final ao seguir à frente do Nuggets perante a baixa de George Karl, que ainda não se recuperou do tratamento de radioterapia e quimioterapia que está recebendo para curar um novo tumor canceroso descoberto no pescoço e garganta.

A equipe de Utah jogou com baixas por lesão primeiro do ala russo Andrei Kirilenko, e depois a do pivô turco Mehmet Okur, que teve que se retirar no segundo quarto ao se ressentir do tendão de Aquiles esquerdo.

Embora o time pudesse contar com o ala titular Carlos Boozer que marcou 19 pontos com oito rebotes, cinco assistências, três tocos e uma roubada de bola, a baixa de Okur pesou como uma laje.

Também não esteve bem o ala C.J. Miles que sentiu algum tipo de náusea após se chocar de forma involuntária contra Billups no segundo tempo.

Apesar de todos os problemas e baixas, o Jazz se manteve no jogo até o último quarto, quando surgiu a inspiração de Smith para pender a balança do placar a favor do Nuggets.

O armador Deron Williams com um double-double de 26 pontos e 11 assistências liderou a lista de cestinhas dos Jazz que teve o apoio de Miles ao chegar aos 17 pontos.

O ala Paul Millsaps foi o melhor jogador no garrafão para o Jazz, ao conseguir 15 pontos com 10 rebotes e três tocos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.