Kyle Terada/USA Today
Kyle Terada/USA Today

Operado da mão esquerda, Curry desfalcará Warriors por pelo menos 3 meses

Armador voltaria apenas em janeiro, mas corre risco de ficar fora até o fim da temporada

Redação, Estadão Conteúdo

01 de novembro de 2019 | 17h58

Stephen Curry foi submetido, nesta sexta-feira, a uma cirurgia na mão esquerda quebrada durante a derrota do Golden State Warriors para o Phoenix Suns, por 121 a 110, pela rodada da última quarta na NBA. O tempo para recuperação completa é de no mínimo três meses, informou a franquia de Oakland.

O procedimento cirúrgico foi liderado pelo médico Steven Shin, no Instituto Cedars-Sinai Kerlan-Jobe, em Los Angeles. Especialistas examinaram uma tomografia computadorizada que Curry realizou na quinta-feira, um dia após a lesão sofrida durante o terceiro quarto da partida, e decidiram pelo procedimento.

Curry quebrou a mão em uma jogada na qual buscou invadir o garrafão do Phoenix. Na tentativa de driblar Kelly Oubre Jr., houve uma trombada e o armador caiu no chão de frente, com peso todo sobre a mão esquerda. O pivô Aron Baynes, que vinha para ajudar na marcação, acabou caindo em cima do astro dos Warriors, que rapidamente acusou dores na mão e seguiu para o vestiário.

Com a lesão séria, Curry se junta a Klay Thompson, outro astro titular da equipe, entre os operados do elenco. Este último foi submetido a uma cirurgia no joelho esquerdo, no dia 2 de julho, e está em processo de recuperação.

Em quatro jogos nesta temporada, o time de Oakland soma uma vitória e três derrotas, retrospecto que o deixa na 11ª posição da Conferência Oeste. Nesta sexta-feira, a equipe enfrenta o San Antonio Spurs, em casa, no primeiro confronto após o duelo no qual Curry quebrou a mão esquerda.

Enfraquecidos nesta temporada da NBA, os Warriors estiveram presentes nas últimas cinco finais da NBA, sendo que triunfaram em três delas, em 2015, 2017 e 2018. Na temporada passada, o time viu o seu favoritismo ser desbancado na decisão pelo Toronto Raptors.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.