Orlando Magic acerta com o ala/armador Vince Carter

A temporada 2009/10 da NBA promete ser uma das melhores de todos os tempos. Depois do San Antonio Spurs contratar Richard Jefferson e da ida do astro Shaquille O''Neal para o Cleveland Cavaliers, o Orlando Magic acertou nesta quinta-feira a vinda do ala/armador Vince Carter, de 32 anos, que estava no New Jersey Nets.

AE, Agencia Estado

25 de junho de 2009 | 22h31

Para contar com o jogador, que esteve oito vezes no Jogo das Estrelas da NBA, o Orlando cedeu o novato Courtney Lee, o armador Rafer Alston e o veterano Tony Battie. Além de Carter, o Magic ficará com o ala Ryan Anderson.

"Vince nos dá uma presença forte na quadra, pois é um jogador que pode arremessar em momentos decisivos para a equipe", disse o gerente-geral da franquia, Otis Smith, que desejou boa sorte para os jogadores envolvidos na troca. "Todos eles fizeram de tudo para colocar o Orlando na posição que está. Desejo toda a sorte do mundo."

Mesmo desmotivado no New Jersey Nets, Vince Carter obteve médias de 20,8 pontos, 5,1 rebotes e 4,7 assistências por jogo na última temporada. Agora, o jogador terá uma motivação extra. Além de jogar pela equipe que esteve na final da NBA na última temporada, Carter volta para perto de sua cidade natal, Daytona Beach, também na Flórida.

Com a chegada de Carter para jogar na posição 2, a diretoria do Orlando Magic tem a missão de manter o ala Hedo Turkoglu, de 30 anos, que optou por não cumprir o último ano de seu contrato para buscar um aumento de 50% de seu atual salário. O cenário, no entanto, não parece promissor, e a equipe de Orlando poderia deixar o jogador turco ir embora e buscar outro atleta para a posição 3.

Para o Nets, a troca foi apenas para reduzir custos, pois Alston e Battie possuem apenas mais um ano de contrato. Já Lee, que foi uma das surpresas da temporada, se encaixa no perfil da equipe, que busca sua reformulação e, quem sabe, poder contratar o astro LeBron James em 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBAOrlando MagicVince Carter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.