Rodrigo Pirim|Divulgação
Rodrigo Pirim|Divulgação

Oscar será homenageado pelo Nets, franquia que o escolheu no Draft da NBA

Na época, ele decidiu não assinar contrato, uma vez que ele ficaria impedido de defender a seleção brasileira

Estadao Conteudo

09 Fevereiro 2017 | 14h54

Maior jogador da história do basquete brasileiro, Oscar Schmidt nunca atuou na NBA, mas será homenageado por uma equipe da liga na próxima semana. O Brooklyn Nets anunciou nesta quinta-feira que vai receber o ex-jogador e preparou uma série de ações para reverenciá-lo na segunda que vem.


Apesar de nunca ter jogado na NBA, foi justamente o Nets que deixou Oscar próximo deste feito na década de 80. Em 1984, a franquia, que na época tinha sede em New Jersey, selecionou o brasileiro na sexta rodada do Draft. O próprio jogador, então, decidiu não assinar contrato, uma vez que ele ficaria impedido de defender a seleção do País se entrasse na liga norte-americana, segundo as regras daqueles anos.


Em 2017, a NBA está reverenciando o brasileiro, que foi convidado para participar do Jogo das Celebridades do All-Star Game, no próximo dia 17, em New Orleans. E o Nets aproveitou a passagem do astro pelo país para também prestar seu reconhecimento a um dos maiores nomes do basquete em todos os tempos.

A homenagem a Oscar será realizada na partida contra o Memphis Grizzlies, segunda-feira que vem, no Barclays Center, arena do Nets. Antes do confronto, o brasileiro protagonizará uma tarde de autógrafos na loja do ginásio. No intervalo da partida, o ex-jogador será presenteado com uma camisa comemorativa, que também estará à venda para os fãs da equipe.


Oscar é o maior cestinha da história do basquete, com 49.737 pontos, e da Olimpíada, com 1.093, e entrou para o Hall da Fama do basquete em 2013. Ele atuou por quase 30 anos e por quase dez equipes diferentes. Recentemente, se recuperou de um câncer no cérebro diagnosticado em 2011.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
basquete Oscar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.