Ourinhos e Catanduva abrem final do Nacional de basquete

Sonhando com o terceiro título consecutivo do Nacional feminino de basquete, o FIO/Pão de Açúcar/Unimed/Ourinhos recebe neste sábado, às 18 horas, o Padre Albino/Catanduva pela abertura do playoff decisivo (melhor de cinco jogos) da competição. O confronto acontece no Ginásio Monstrinho, em Ourinhos.Os atuais bicampeões chegaram à final ao eliminarem a Faculdade Maurício de Nassau/Sport por 3 a 0, enquanto o Catanduva passou pelo Limpol/São Caetano por 3 a 1. "Queremos o título e esperamos conseguir isso em apenas três jogos. Estamos concentradas e bem preparadas para vencer. Temos um grupo experiente, com jogadoras acostumadas a disputar uma final. Fizemos um bom trabalho durante toda a competição e estamos confiantes na vitória", disse a pivô Lisdeivi, do Ourinhos. "Nosso primeiro objetivo nesta final é ganhar uma partida em Ourinhos e levarmos dois jogos para Catanduva, onde a torcida nos dá apoio incondicional. Precisamos manter o padrão de jogo que apresentamos na semifinal, entrando em quadra sempre com muita garra e dedicação. Final é tudo ou nada, temos que jogar o que sabemos", analisou a pivô Carina, que defende o Catanduva.Ao longo do Nacional, o Ourinhos obteve a melhor campanha, com 11 vitórias e apenas duas derrotas, enquanto Catanduva realizou duas partidas a mais e também soma quatro tropeços. "É uma final justa, entre os dois primeiros colocados da fase de classificação. Portanto será um playoff difícil e equilibrado. São duas cidades que amam o basquete, lotam seus ginásios e não será moleza para nenhum de nós enfrentar o adversário fora de casa", analisou o técnico dos atuais campeões, Paulo Bassul.A segunda partida do playoff final acontece na próxima segunda-feira, às 19 horas, com transmissão ao vivo pelo canal pago SporTV, também em Ourinhos. O jogo seguinte está marcado para sexta-feira (dia 9), no Ginásio Anuar Pachar, em Catanduva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.