Divulgação
Divulgação

Palmeiras/Meltex volta a jogar pelo NBB nesta quinta, contra o Flamengo

Betão não contará com o pivô Marcão, que segue em recuperação de uma fratura na mão

O Estado de S. Paulo

30 de janeiro de 2014 | 08h41

SÃO PAULO - Em oitavo lugar na tabela de classificação do Novo Basquete Brasil 6, o Palmeiras/Meltex encara o Flamengo nesta quinta-feira (30), no Rio de Janeiro, em jogo válido pela terceira rodada do segundo turno da competição nacional.

Para a partida marcada, o técnico Betão ainda não contará com o pivô Marcão, que segue em recuperação de uma fratura na mão. Os demais atletas, porém, estarão à disposição do comandante alviverde.

Após o último treino em São Paulo, antes da viagem para o Rio de Janeiro, Betão disse que tudo está sendo feito para que o time palmeirense conquiste um resultado importante fora de casa.

"Estudamos o posicionamento defensivo e também o ofensivo do Flamengo, analisamos o jogo do primeiro turno, disputado no Palestra Italia, e passamos vídeos para os jogadores assistirem várias vezes, até para conhecerem os atletas adversários e suas características. Tudo está sendo feito para que a gente consiga voltar do Rio de Janeiro com um resultado positivo", destacou.

O treinador palmeirense falou ainda sobre o favoritismo da equipe do Flamengo, atual campeã nacional e líder do NBB 6.

"O Flamengo estará jogando em casa, é o atual campeão brasileiro e tem um grupo fortíssimo, com a mesma base há três anos. Mas cada jogo tem uma história e temos de cumprir na partida o que está sendo programado. Costumo dizer que, se tivermos chances de chegar ao fim do duelo em condições de igualdade ou em vantagem, a partida de basquete vira um jogo de xadrez. Então, se fizer o que precisa ser feito para vencer, teremos êxito", concluiu.

A partida entre Flamengo e Palmeiras/Meltex será disputada nesta quinta-feira (30), às 20h, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube.

Tudo o que sabemos sobre:
BasqueteNBB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.