Newton Nogueira/Franca
Newton Nogueira/Franca

Para coroar o trabalho de Helinho, Franca quer confirmar título do NBB

Com 2 a 1 na série final, equipe paulista enfrenta o Flamengo neste sábado, no Maracanãzinho

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2019 | 21h06

Com 2 a 1 na série melhor de cinco da final, Franca pode conquistar o seu primeiro título na história do Novo Basquete Brasil neste sábado, às 14h30 (horário de Brasília), quando enfrenta o Flamengo, no Maracanãzinho, com transmissão da Band, Fox Sports e ESPN, além do Facebook do NBB. A possível conquista vai coroar o trabalho do técnico Helinho Garcia.  

Filho do lendário Hélio Rubens, o treinador assumiu Franca antes do início da temporada 2016-2017. A ausência de resultados, principalmente após o aumento do investimento na equipe com o aporte financeiro do Sesi, fez Helinho até ficar ameaçado. 

Com mudanças profundas no elenco para esta temporada, o treinador conseguiu o encaixe perfeito. Chegaram Elinho e Lucas Dias (Paulistano), David Jackson (Vasco), Hettsheimeir (Bauru), Jimmy (Mogi das Cruzes) e André Goes (Vitória) para unir forças com Alexey, Cipolini e Didi.

A equipe conquistou o título do Campeonato Paulista na final contra o Paulistano, então campeão do NBB, encerrando um jejum que perdurava desde 2007, e da Liga Sul-Americana, diante do Instituto de Córdoba, na Argentina. Agora pode ser campeão nacional.       

"Estou motivado e confiante para que possamos fazer uma grande partida. Estamos muito alinhados dentro daquilo que é importante fazermos, seja comissão técnica, jogadores ou torcida. O que me dá essa confiança é exatamente a estrutura e os conceitos que os jogadores abraçaram de uma forma honesta e forte", afirmou Helinho. 

"Tenho certeza que esse título pode ser, mais uma vez, a consagração do que o time tem executado ao longo dessa temporada", completou.

Do outro lado, o Flamengo, maior campeão da história do NBB com cinco conquistas, espera frear o ímpeto de Franca no Maracanãzinho para sair com uma vitória e forçar o quinto e último jogo.  

"Estamos nos preparando muito bem para esse jogo, da mesma forma do que nas outras partidas. Vamos ajustar algumas coisas, mas sempre com uma cabeça boa, porque o nosso time mentalmente é muito forte", afirmou o armador Balbi.

O argentino espera que o torcedor possa mais uma vez empurrar o time. No primeiro jogo, com sete mil rubro-negros no ginásio, o time do técnico Gustavo De Conti fez uma excelente partida e venceu com facilidade por 82 a 68. "Vai ser muito importante que a nossa torcida lote o Maracanãzinho. Precisamos deles nos empurrando. Mas o mais importante é que eles tenham a certeza de que dentro da quadra vamos fazer tudo para vencer esse jogo, encerrou Balbi.

Se o Flamengo vencer, o quinto jogo da série será no outro sábado, dia 8 de junho, no ginásio do Pedrocão, em Franca. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.