Para técnico, faltas creditadas a Curry foram 'absolutamente ridículas'

Stephen Curry foi expulso nesta quinta-feira após discutir com juiz. Armador se desculpa por atingir fã com protetor bucal

O Estado de S.Paulo

17 de junho de 2016 | 16h00

Durante a vitória do Cleveland Cavaliers por 115 a 101 sobre o Golden State Warriors, pelo Jogo 6 da final da NBA, nesta quinta-feira, a esposa de Stephen Curry, Ayesha, reclamou da arbitragem nas redes sociais. Seu marido fora excluído da partida por exceder seis faltas na partida. Sobre isso, ela usou o Twitter para insinuar que a decisão estaria "fraudada por dinheiro... Ou por outra coisa que não que não tenho certeza. Não ficarei calada. Acabei de ver isso ao vivo". Minutos depois, ela apagou a mensagem e pediu desculpas. 

Mas não foi apenas a esposa de Curry que reclamou das faltas marcadas sobre Steph. O técnico de Golden State, Steve Kerr, também detonou os juízes da partida desta quinta-feira e minimizou a revolta do seu jogador. "Ele tem toda razão de ficar bravo. Ele é o Jogador Mais Valioso (MVP) da liga. Ele foi creditado para seis faltas, das quais três delas foram absolutamente ridículas", declarou o comandante em coletiva, na qual disse que os juízes caíram nas simulações de Kyrie Irving e LeBron James. 

"Que fique claro: não perdemos devido à arbitragem. Eles foram muito melhores que nós e Cleveland mereceu a vitória. Mas aquelas seis faltas foram inacreditavelmente inapropriadas para qualquer um, especialmente para o MVP", completou Kerr. 

Assim que foi marcada a sexta falta, Curry gritou com o juiz, retirou seu protetor bucal e o arremessou para longe, acertando um torcedor sentado perto da quadra. O fã atingido foi Andrew Forbes, filho de Nate Forbes, dono minoritário do Cleveland Cavaliers. "Já joguei meu protetor antes. Geralmente miro na mesa do placar. Definitivamente não tive a intenção de atingir o torcedor", explicou o camisa 30 dos Warriors.

Antes de deixar a quadra em direção aos vestiários, Curry se desculpou e apertou a mão de Forbes. O armador ainda afirmou que gostaria de ter visto Andrew Forbes antes da coletiva, mas ele já tinha ido embora da Quicken Loans Arena. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.