Raj Mehta/ USA TODAY Sports
Raj Mehta/ USA TODAY Sports

Paul George vai substituir o lesionado DeMarcus Cousins no All-Star Game da NBA

Ala do Oklahoma City Thunder ocupará a vaga do pivô do New Orleans Pelicans, que ficará afastado pelo resto do campeonato

Estadão Conteúdo

28 Janeiro 2018 | 15h10

A NBA agiu rápido e definiu o substituto de DeMarcus Cousins no All-Star Game desta temporada, que será disputado no dia 18 de fevereiro, em Los Angeles. O ala Paul George, do Oklahoma City Thunder, ocupará a vaga do pivô do New Orleans Pelicans, que sofreu uma grave lesão que o deixará afastado pelo resto do campeonato.

Cousins sofre grave lesão e deve perder resto da temporada da NBA pelo Pelicans

+ Leia mais notícias sobre o basquete

Como Cousins estava no time de LeBron James para o All-Star Game, Paul George atuará ao lado do astro do Cleveland Cavaliers. Vale lembrar que para esta edição, a NBA mudou as regras da partida festiva. Ao invés de colocar os melhores jogador das conferências Leste e Oeste frente a frente, LeBron e Stephen Curry capitanearam a escolha dos times.

Em sua primeira temporada no Thunder, após se destacar com a camisa do Indiana Pacers, Paul George enfrentou algumas dificuldades de adaptação, mas rapidamente encontrou o melhor basquete. Ele possui médias de 21 pontos, 5,5 rebotes, três assistências e 2,17 roubos por partida no campeonato.

"Obviamente, gostaria de ter conseguido a indicação em melhores circunstâncias, mas nem preciso dizer que estou feliz por estar em meu quinto All-Star Game, e do lado do Russ (Russell Westbrook, seu companheiro no Thunder). Sou grato por esta oportunidade", declarou o ala.

Na última sexta-feira, Cousins sofreu uma ruptura no tendão de Aquiles ao tentar pegar rebote nos segundos finais da vitória do Pelicans sobre o Houston Rockets, por 115 a 113. Após a realização de exames de imagens, a gravidade da lesão foi confirmada, e o jogador deverá perder o resto da temporada.

Andre Roberson

Esta, porém, não foi a única grave lesão que abalou a NBA nos últimos dias. Na rodada de sábado, Andre Roberson, companheiro de Paul George no Thunder, sofreu uma ruptura no tendão patelar de sua perna esquerda na vitória por 121 a 108 sobre o Detroit Pistons.

Trata-se da mesma lesão sofrida pelo atacante Ronaldo em 2000, quando atuava pela Inter de Milão, diante da Lazio, em imagem que rodou o mundo e chocou pela dor demonstrada pelo jogador. Como no caso do brasileiro, Roberson ficará um longo período afastado do esporte e também foi descartado para o resto da temporada.

O ala do Thunder, um dos principais defensores da NBA, se lesionou ao tentar saltar para tentar pegar uma ponte aérea de Westbrook e caiu de costas no chão. A contusão foi lamentada por seus companheiros, mas também pelo restante da liga. "Estou rezando pelo Andre Roberson. Espero que você se recupere, amigo", escreveu LeBron no Twitter. "Fique forte, Andre. Rezo para uma recuperação rápida", comentou Curry.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.