Matt Slocum/AP - 30/03/2010
Matt Slocum/AP - 30/03/2010

Philadelphia 76ers demite técnico após fracasso na NBA

Depois de ficar fora dos playoffs com o 13.º lugar na Conferência Leste, franquia dispensa Eddie Jordan

AE, Agência Estado

15 de abril de 2010 | 13h38

A temporada regular da NBA terminou na noite de quarta-feira, definindo as 16 equipes classificadas para os playoffs. Para quem não conseguiu vaga, a preparação para o próximo campeonato já começou. É o caso do Philadelphia 76ers, que resolveu demitir o técnico Eddie Jordan nesta quinta.

Ao terminar com o 13º lugar na Conferência Leste da liga norte-americana de basquete, o Philadelphia 76ers ficou longe de uma das oito vagas para os playoffs. E, para a direção da equipe, isso foi um retrocesso "inaceitável" depois de ter chegado à fase final do campeonato nas duas últimas temporadas.

Assim, Eddie Jordan foi demitido após ficar apenas uma temporada no cargo - ele tinha mais um ano de contrato. Sob o seu comando, o Sixers somou apenas 27 vitórias em 82 jogos na atual temporada da NBA. Agora, o time da Filadélfia busca seu quarto treinador diferente em apenas três anos.

Enquanto o Philadelphia 76ers optou pela demissão de Eddier Jordan, o Detroit Pistons resolveu manter o técnico John Kuester. Mesmo ficando fora dos playoffs - é a primeira vez desde 2001 -, após ter conseguido o 12º lugar na Conferência Leste, a equipe avisou nesta quinta-feira que não mudará de comando para a próxima temporada da NBA.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBAPhiladelphia 76ers

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.