TIM NWACHUKWU / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
TIM NWACHUKWU / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP

Suns batem Bucks em casa na reedição da final da NBA; Doncic lidera Mavericks contra Clippers

Chris Paul dá show, iguala melhor marca em assistências na temporada e lidera time do Arizona em vitória por 131 a 107

Redação, Estadão Conteúdo

11 de fevereiro de 2022 | 09h13

Na reedição da última final da NBA, o Phoenix Suns levou a melhor dessa vez e sobrou contra o atual campeão Milwaukee Bucks, vencendo por 131 a 107, pela rodada de quinta-feira da temporada regular, com mais um show de Chris Paul. O armador liderou a equipe do início ao fim no Arizona. Dessa forma igualou sua melhor marca em assistências na temporada, distribuindo 19, além de 19 pontos e oito rebotes. Assim, o líder da Conferência Oeste e de toda a liga soma 15 vitórias nos últimos 16 jogos.

O jogo teve um clima diferente em alusão às finais de 2020-2021. Foi possível ver disposição nas duas equipes, alguns empurrões e encaradas. Mas, assim como foi ao longo de toda a série na última temporada, a torcida dos Suns pegou no pé de Giannis Antetokounmpo em cada um dos 13 lances livres que cobrou na partida. Como resultado, o astro grego converteu oito e desperdiçou seis tentativas - muito comemoradas pelos fãs locais.

Ao todo, Antetokounmpo não teve uma noite brilhante, com 18 pontos e oito assistências. O cestinha dos visitantes foi Jrue Holiday com 21 pontos. Assim, os Bucks tiveram a sequência de quatro triunfos seguidos interrompida, mas permanece na segunda posição da Conferência Leste.

Os Suns, por sua vez, mostraram novamente a razão de serem donos da melhor campanha da NBA. No final do segundo quarto conseguiu a primeira desgarrada no placar e não parou mais. Com mais um duelo em que impôs seu jogo coletivo, o time do técnico Monty Williams soube administrar a vantagem construída e sobrou contra o rival. Destaque também para o pivô Deandre Ayton, que terminou como cestinha da partida com 27 pontos e sete rebotes.

Atuação de gala

Graças a uma atuação histórica de Luka Doncic, o Dallas Mavericks bateu o Los Angeles Clippers pelo placar de 112 a 105. Em partida realizada no ginásio American Airlines Center, em Dallas, o armador pegou fogo no primeiro quarto, chamou a torcida para o jogo e foi decisivo para a vitória.

Para a equipe da casa, o camisa 77 foi o destaque e alcançou a melhor pontuação da carreira: foram 51 pontos (28 somente no primeiro quarto), nove rebotes e seis assistências. Além de Doncic, Dorian Finney-Smith contribuiu com 12 pontos e sete rebotes. Apesar de vencer a quarta consecutiva, os Mavericks seguem na quinta colocação no Oeste com 33 triunfos em 56 jogos.

Para os Clippers, Marcus Morris Sr., com 21 pontos, foi o cestinha da noite. O armador Reggie Jackson, com 18 pontos e oito assistências, e o ala-armador Norman Powell, com 19 pontos, seis rebotes e seis assistências, foram os demais destaques. Com o resultado negativo, a equipe de Los Angeles perdeu a terceira consecutiva, mas se mantém na oitava posição do Oeste.

Confira a rodada de quinta-feira da NBA:

Detroit Pistons 107 x 132 Memphis Grizzlies

Washington Wizards 113 x 112 Brooklyn Nets

New Orleans Pelicans 97 x 112 Miami Heat

Houston Rockets 120 x 139 Toronto Raptors

Dallas Mavericks 112 x 105 Los Angeles Clippers

Phoenix Suns 131 x 107 Milwaukee Bucks

Golden State Warriors 114 x 116 New York Knicks

Confira a rodada de sexta-feira da NBA:

Detroit Pistons x Charlotte Hornets

Indiana Pacers x Cleveland Cavaliers

Philadelphia 76ers x Oklahoma City Thunder

Atlanta Hawks x San Antonio Spurs

Boston Celtics x Denver Nuggets

Chicago Bulls x Minnesota Timberwolves

Utah Jazz x Orlando Magic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.