Divulgação
Divulgação

Pinheiros e Paulistano lutam para conquistar as duas últimas vagas no NBB

Partidas decisivas nesta sexta-feira valem vaga nas quartas de final da competição

O Estado de S. Paulo

26 de abril de 2013 | 07h57

SÃO PAULO - Pinheiros e Paulistano lutam hoje para conquistar as duas últimas vagas que restam para as quartas de final do Novo Basquete Brasil (NBB).  O Pinheiros recebe às 19h15, no Poliesportivo Henrique Vilaboim, o time de Limeira. A equipe da capital, dirigida pelo experiente técnico Cláudio Mortari, teve uma recuperação incrível nos playoffs. Perdeu os dois primeiros jogos, mas obteve o empate no ginásio do adversário, com um triunfo emocionante por 86 a 85, com destaque para o ala norte-americano Shamell, autor dos dois últimos pontos.

O time chega embalado pela conquista inédita da Liga das Américas, há duas semanas, em Porto Rico. Quem se classificar no duelo entre Pinheiros e Limeira vai enfrentar o Brasília, dono da segunda melhor campanha na fase inicial, que passou direto para as quartas de final. Do outro lado, o Paulistano vai tentar impedir que o Basquete Cearense seja o primeiro time estreante do NBB a passar para as quartas de final. O jogo começa às 19h, no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza.

“É um desafio muito bacana para medirmos a nossa evolução nestes meses, o nosso espírito de equipe e esse trabalho forte. Acredito que quem tiver maior espírito coletivo terá sucesso”, disse o técnico Alberto Bial, do Basquete Cearense. “É uma partida muito especial, que define a vaga para a próxima fase. A força do jogo coletivo vai ser muito importante.”

“Nossa torcida está nos apoiando em todos os jogos, sempre tem comparecido. Ela, nossos amigos e familiares nos motivam demais. Além disso, é o lugar onde a gente treina, arremessa todos os dias, conhece os atalhos e se sente melhor. Buscamos o oitavo lugar na primeira fase justamente para conseguir vantagem nos playoffs. Agora é hora de colocarmos em prática tudo o que temos feito em nosso ginásio”, afirmou o ala/amador André Góes, da equipe cearense. Além do Brasília, Franca, São José, Flamengo, Uberlândia e Bauru já estão classificados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.