Divulgação/Pinheiros/SKY
Divulgação/Pinheiros/SKY

Pinheiros vence Paulistano e avança às quartas do NBB

Em duelo em São Paulo, equipe bate rival por 74 a 73 e garante vaga para enfrentar o Vivo/Franca na próxima fase

AE, Agência Estado

13 de abril de 2010 | 19h40

O Pinheiros/SKY conseguiu nesta terça-feira a classificação às quartas de final do Novo Basquete Brasil (NBB) sem dar chances para o Paulistano/Amil. No duelo da capital, o Pinheiros venceu por 74 a 73, em seu ginásio, e fez 3 a 0 na série melhor de cinco partidas, fechando o confronto sem ser derrotado pelo rival. Na próxima fase, o time encara o Vivo/Franca.

Depois de ganhar o primeiro jogo da série na quadra do Paulistano, na última sexta-feira, o Pinheiros aproveitou nesta terça o embalo da vitória conquistada na segunda, também em casa. Com o adversário precisando desesperadamente de um triunfo, a equipe do técnico Cláudio Mortari não se abalou e dominou o jogo, relaxando apenas no final.

Liderado pelo pivô Olivinha, o Pinheiros começou bem e foi para o intervalo vencendo por 40 a 32. A diferença no placar se manteve no terceiro quarto, mas o último período foi de sufoco para o time da casa. O Paulistano reagiu e chegou a ter a chance de vencer a partida. Em duas oportunidades, a equipe visitante errou o arremesso que daria a vitória para forçar o quarto jogo da série.

Pelo Pinheiros, Olivinha foi mesmo o grande destaque, anotando um duplo-duplo de 25 pontos e 20 rebotes. A boa atuação impressionou até o próprio pivô. "O meu recorde (de rebotes) era 18. Nos playoffs a gente tem que dar o máximo. Estava muito disposto hoje (terça-feira) e tive um pouco de sorte também", comentou o jogador.

No Paulistano, finalista do Estadual deste ano, o melhor foi o armador Paulinho Boracini, com 23 pontos. "Estamos muito decepcionados. Essa equipe foi montada para disputar a final do Paulista e chegar, pelo menos, entre os quatro no NBB. As contusões atrapalharam muito durante a temporada", lamentou o também armador Fernando Penna.

Agora, o Pinheiros espera pela definição do último time classificado às quartas de final para saber quando estreia na próxima fase. Além de Universo/BRB/Financeira Brasília, Flamengo, Franca e Pitágoras/Minas, que foram os quatro melhores da fase de classificação, Ciser/Araldite/Univille/Joinville e GRSA/Itabom/Bauru também já se garantiram nas quartas.

O confronto entre São José/Unimed/Vinac e Palmeiras/Lupo/Araraquara é o único que permanece indefinido. O São José lidera a série por 2 a 1 e vai a Araraquara nesta sexta para disputar o quarto jogo.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBBPinheirosPaulistano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.