Pistons anuncia dispensa do técnico Mo Cheeks na NBA

O Detroit Pistons foi o responsável pela primeira demissão de treinador da temporada 2013/2014 da NBA. Insatisfeitos com a campanha de 21 vitórias e 29 derrotas até o momento, os dirigentes da franquia anunciaram a dispensa do técnico Mo Cheeks, de 57 anos, que havia assumido o cargo para este campeonato.

AE, Agência Estado

09 de fevereiro de 2014 | 18h13

Se a campanha não é das melhores, o curioso é o momento que o Pistons escolheu para demitir Cheeks. Isso porque a equipe vem de duas vitórias consecutivas na temporada, sobre Brooklyn Nets e Denver Nuggets, duas equipes que deverão figurar nos playoffs. O auxiliar John Loyer deve assumir interinamente.

"Esta foi uma decisão difícil para a nossa organização tomar, mas nós precisávamos fazer uma mudança", disse o presidente de operações de basquete do Pistons, o ex-jogador Joe Dumars. "Nós temos grande respeito pelo Maurice (Cheeks) e apreciamos seu trabalho duro", completou.

Em seu terceiro trabalho como técnico, após passagens por Portland Trail Blazers e Philadelphia 76ers, Cheeks falhou na tarefa de transformar o Pistons em uma das potências da Conferência Leste, mesmo com as contratações de nomes como Josh Smith e Brandon Jennings, que se juntaram no início da temporada aos jovens e talentosos Andre Drummond e Greg Monroe. Com isso, a equipe é apenas a nona colocada no Leste.

"Nosso retrospecto não reflete o nosso talento e simplesmente precisávamos de uma mudança", disse o dono da franquia, Tom Gores. "Não tivemos o progresso que deveríamos na primeira metade da temporada. Este é um time jovem e sabíamos que seria difícil a evolução, mas só podemos ser pacientes enquanto há progresso. A responsabilidade não cai apenas sobre um indivíduo, mas agora esta mudança é um passo necessário para darmos a volta por cima."

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBADetroit Pistons

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.