Pistons arrasa Lakers e se firma como candidato ao título

A chegada do pivô Chris Webber ao Detroit Pistons, há três semanas, serviu para o time superar a crise que atravessava e readquirir o potencial de candidato ao título. A prova foi a vitória sobre o Los Angeles Lakers, que chegou ao Palace de Auburn Hills guiado por Kobe Bryant, mas quem brilhou no ataque foi o ala Tayshaun Prince, que anotou 20 pontos para liderar a ofensiva do Pistons, que deu uma aula de basquete e venceu por 93 a 78.O ataque equilibrado e a grande defesa da NBA deram a quinta vitória consecutiva e a quarta em casa ao Pistons, que abriu uma vantagem de 11 pontos no primeiro quarto e continuou à frente pelo resto do jogo. Webber e o ala-pivô Rasheed Wallace marcaram 18 pontos cada um. E com uma forte marcação individual e por zonas, a estrela Kobe Bryant foi anulado pela dupla. Mesmo assim, Bryant voltou a ser o cestinha do Lakers, mas com apenas 18 pontos. Muito pouco para um craque como ele. A equipe de Detroit tem uma campanha de 30-18 e se consolida no primeiro lugar da Divisão Central, além de liderar a Conferência Leste. Já o Lakers (30-20), teve sua seqüência de duas vitórias consecutivas interrompida. Os alas Desmond Mason e David West comandaram o New Orleans Hornets, que venceu por 109 a 101 o Milwaukee Bucks na segunda prorrogação. Mason marcou 24 pontos, e West, 21, com 19 rebotes, sua melhor marca como profissional. O Hornets (23-27) conquistou a segunda vitória consecutiva. Em Sacramento, outra dupla que se destacou foi a formada pelo ala Kevin Martin, com 29 pontos, e pelo armador Mike Bibby, com 21, que liderou o Sacramento Kings na vitória por 86 a 77 o Chicago Bulls, a quarta seguida do time californiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.