Troy Taormina/USA Today Sports
Troy Taormina/USA Today Sports

Playoffs da NBA põem risco à hegemonia de Warriors e Cavaliers

São 16 times que estão na briga pelo título do basquete dos EUA; Houston Rockets, de Nenê, podem surpreender

Gabriel Melloni, O Estado de S.Paulo

14 Abril 2018 | 07h00

Agora é para valer. Os playoffs da NBA começam neste sábado e 16 times estão na briga pelo título da principal liga de basquete do mundo, além de desbancar Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers, que disputaram as últimas três finais. O time de Stephen Curry venceu duas delas, enquanto LeBron James e cia. levaram a melhor na outra.

+ Westbrook fecha 2ª temporada seguida na NBA com média de 'triple-double'

+ Penúltimo do Leste, Magic demite treinador após fim da temporada da NBA

Nesta primeira rodada dos playoffs, os confrontos serão: Houston Rockets x Minnesota Timberwolves, Warriors x San Antonio Spurs, Portland Trail Blazers x New Orleans Pelicans e Oklahoma City Thunder x Utah Jazz, no Oeste; Toronto Raptors x Washington Wizards, Boston Celtics x Milwaukee Bucks, Philadelphia 76ers x Miami Heat e Cleveland Cavaliers x Indiana Pacers, no Leste.

Os playoffs deste ano prometem ser mais equilibrados que os últimos. Prova disso é que a melhor campanha foi a dos Rockets. O estilo veloz da equipe liderada por James Harden e Chris Paul se mostrou eficaz e resultou em 65 vitórias. Chance, então, de mais um brasileiro campeão: Nenê, que aos 35 anos pode se igualar a Tiago Splitter, Leandrinho e Anderson Varejão.

Rockets e Warriors são os favoritos do Oeste, mas há espaço para surpresas. Afinal, estão na briga os Blazers, de Damian Lillard, o Thunder, de Russell Westbrook, Paul George e Carmelo Anthony, o Jazz, do “novato sensação” Donovan Mitchell, os Pelicans, da estrela Anthony Davis, os Spurs, de LaMarcus Aldridge, e o Timberwolves, de Jimmy Butler.

No Leste, três equipes tiveram melhor campanha que o Cavaliers. Destaque para o líder Raptors, que tenta deixar para trás o retrospecto ruim nos playoffs e aposta em DeMar DeRozan. O Celtics terá de superar a ausência do lesionado Kyrie Irving, e o 76ers aposta no talento de Ben Simmons e Joel Embiid. Abaixo do time de Cleveland, Pacers, Heat, Bucks e Wizards pouco devem incomodar.

ANÁLISE: Tiago Splitter

"Está equilibrado, mas os Rockets estão um pouco acima. Os Warriors têm o Curry machucado, não vem jogando bem. Há talento para chegar, mas precisa ligar o “modo playoffs”. Cleveland tem LeBron e pode vencer, mesmo com um time montado no meio da temporada. Torço pelo Nenê. Seria bacana ter mais um brasileiro campeão. É um cara que trabalhou muito para estar lá, tenho muito respeito. Por outro lado, acho que os 76ers podem surpreender. Tem um pivô dominador e que chuta de três (Joel Embiid) e um armador de 2,08m que corre toda a quadra (Ben Simmons)."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.