Presença de Janeth anima Barbosa

A decisão de Janeth participar do Pré-olímpico de basquete animou Antônio Carlos Barbosa, técnico da seleção brasileira. "A equipe vai crescer muito, não só com a qualidade, mas com a experiência da Janeth", disse o treinador.Apesar de a jogadora demorar para dar uma resposta a Gerasime ?Grego? Bozikis, presidente da Confederação Brasileira de Basquete, Barbosa não pensou em momento algum que Janeth pudesse desfalcar a equipe. "Não trabalhei com essa hipótese. Ela gosta da seleção, e só precisava conversar com o ?Grego? sobre o planejamento, que está pronto até o Mundial de 2006, que será no Brasil." Barbosa conta que já está agendada para o próximo ano uma série de jogos internacionais, até mesmo contra seleções asiáticas, pois o objetivo da temporada são os Jogos Olímpicos de Atenas. No Pré-olímpico, a disputa pela única vaga para a Atenas/2004 deve acontecer entre as fortes equipes de Cuba, Canadá e Brasil, de acordo com o técnico brasileiro. "Não podemos, porém, desprezar a Argentina que, em 2001, tirou o Canadá do Mundial disputado na China ", afirmou Barbosa.Sete países participarão do torneio: Brasil, Cuba, República Dominicana, Canadá, México, Argentina e Chile. A equipe dos Estados Unidos já está classificada para a Olimpíada, porque venceu o Mundial da China, no ano passado.O Brasil está no grupo A e estréia o dia 18, contra o Chile. No dia seguinte enfrenta o México. "Entraremos em quadra pensando nos jogos das fases semifinal e final. Vamos sair do México com essa vaga", garantiu Barbosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.