Charles Krupa/AP
Charles Krupa/AP

Presidente dos Celtics, Ainge sofre ataque cardíaco, mas passa bem

Ex-jogador, de 60 anos, que teve atendimento imediato, havia sofrido o mesmo problema em 2009

Redação, Estadão Conteúdo

02 de maio de 2019 | 19h20

O Boston Celtics revelou nesta quinta-feira que Danny Ainge, presidente de operações de basquete da franquia desde 2003, sofreu um ataque cardíaco na terça-feira à noite, em Milwaukee, durante o jogo contra os Bucks pelas semifinais da Conferência Leste da NBA. O ex-jogador, de 60 anos, que teve atendimento imediato, havia sofrido o mesmo problema em 2009.

O técnico dos Celtics, Brad Stevens, disse, em entrevista coletiva durante o treino da equipe, que esteve em frequente comunicação com a família de Ainge e que "todos parecem estar muito bem". "Isso é muito positivo, mas certamente é assustador", disse Stevens. "Para mim, ele é um amigo e nossas famílias se dão muito bem. Então, você nem pensa em algo mais. Você só quer que ele esteja confortável e se sentindo ótimo, melhorando."

Os comentários de Stevens foram repetidos pelo armador Marcus Smart. Em sua quinta temporada pelos Celtics, o jogador, de 25 anos, afirmou que ele e seus companheiros foram informados do incidente com Ainge nesta quinta-feira antes do treinamento.

Com um relacionamento estreito com Ainge, Smart lembrou quando o dirigente o confortou, após a morte de sua mãe. "Danny é um desses caras especiais. Ele tira tempo da vida dele, do dia dele, da agenda dele, para ter certeza de que você está bem", afirmou Smart. "Ele se preocupa constantemente comigo e com minha família. Trata-se de um mentor para mim. Ele significa muito para a minha vida. Eu só espero que ele se recupere rapidamente."

Ainge foi uma estrela na Universidade Brigham Young, em Utah, e foi eleito o melhor jogador universitário em 1981. Na NBA, atuou por 14 temporadas no Boston Celtics, em um time recheado de estrelas como Larry Bird, Robert Parish e Kevin McHale, que foi campeão em duas oportunidades. Ele também treinou o Phoenix Suns em três temporadas e assumiu as operações de basquete dos Celtics em 2003, sendo nomeado executivo do ano da NBA em 2008.

Celtics e Bucks voltam a se enfrentar nesta sexta-feira, no Boston Garden. A série está empatada por 1 a 1 e passa à final da Conferência Leste a equipe que somar primeiro quatro vitórias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.