Reprodução/ Instagram
Reprodução/ Instagram

Primeiro atleta no Brasil com coronavírus, pivô do Paulistano agradece mensagens e alerta fãs

Maique se recupera em isolamento dentro de casa após ter sido atendido em hospital da capital

Andreza Galdeano, Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

19 de março de 2020 | 17h02

Maique, pivô do Paulistano, foi o primeiro atleta profissional no Brasil que testou positivo para o novo coronavírus. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo próprio clube que disputa a Liga Nacional de Basquete e posteriormente confirmada pelo atleta.

Em um vídeo, Maique agradece às mensagens de apoio que está recebendo e afirma estar se recuperando em casa. "Fui diagnosticado com o coronavírus e acabei tomando um susto, não imaginava que iria contrair esse vírus. Não sei onde eu peguei o vírus. Estou me sentindo muito bem. Estou em casa e fazendo tratamento com o apoio do clube", disse o jogador.

Nas imagens, ele também alerta os fãs. "Gostaria que todos tomassem muito cuidado com os seus amigos e familiares. Vamos pensar em todos nesse momento para combater esse vírus o mais rápido possível", afirma.

O atleta começou a sentir tosse e falta de ar no dia 13 de março. Dois dias depois, apresentou pioras dos sintomas, ao ter febre alta. Ele chegou a ser encaminhado ao Hospital Beneficência Portuguesa, onde ficou isolado e foi submetido a uma série de exames até o teste positivo para o coronavírus.

Os jogadores do Paulistano, integrantes da comissão técnica e funcionários do clube que tiveram contato com Maique entraram em quarentena antes do resultado do exame. Os treinos foram cancelados e a sede do clube está fechada.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.