Público diário no Mundial é de quase 10 mil torcedores

O público nos jogos do Mundial feminino de basquete está maior do que aparentou após seis dias de jogos disputados e o término das duas fases classificatórias. De acordo com o borderô oficial divulgado nesta terça-feira pela organização da competição. A ocupação dos ginásios do Ibirapuera e de Barueri, sedes da competição, passa da metade. E a média por dia é de cerca de 10 mil espectadores. No Ginásio do Ibirapuera, o total de público que esteve presente foi de 42.900, sendo que foram 33.191 pagantes (os não-pagantes são imprensa e convidados), o que deu uma média de 7.150 pagantes (ocupação de 65% do ginásio, que tem a capacidade de 11 mil espectadores). Já em Barueri, foram 17.100 espectadores, com 14.438 pagantes. Assim, a média de público é de 2.850 (57% da capacidade do ginásio, que tem 5 mil lugares). Já no ginásio de Barueri, o maior público foi de 3 mil espectadores, para acompanhar a primeira rodada (com 2.360 pagantes). Já em São Paulo foi de 9.400 torcedores (7.612 pagantes), no dia 17 de setembro. Um dos motivos para o público no Ibirapuera ser maior é o fato da seleção brasileira estar jogando na capital paulista. O preço dos ingressos - de 10 reais a 25 reais - também foi favorável, sendo que o público em sua maioria foram de mulheres e estudantes, pois os jogos foram no período tarde-noite. Em Barueri, os preços foram mais baixos: apenas 10 reais. Nos dois casos, a entrada valeu para a rodada inteira. A competição recomeça nesta quarta-feira e os principais jogos serão disputados a partir de agora na capital paulista. O preço do ingresso sobe: 20 reais (arquibancada), 30 reais (arquibancada superior marrom) e 50 reais (cadeira inferior). Estes preços valerão até a véspera da final. O Brasil joga contra a República Checa, pelas quartas-de-final, às 15h15 (de Brasília) nesta quarta.

Agencia Estado,

19 Setembro 2006 | 16h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.