Raptors atropela Heat e conquista vaga para final do Leste na NBA

Equipe de Toronto jamais havia disputado decisão na liga

Estadão Conteúdo

15 de maio de 2016 | 20h12

O Toronto Raptors atropelou o Miami Heat com uma vitória por 116 a 89 e garantiu, neste domingo à noite, uma vaga histórica na final da Conferência Leste da NBA. Desde o surgimento da franquia, há 21 anos, é a primeira vez que a equipe canadense disputará uma decisão. O adversário será o Cleveland Cavaliers, de LeBron James.

Esse foi o sétimo e último jogo da série melhor de sete partidas entre Raptors e Heat, que estava empatado por 3 a 3 após a equipe de Miami ter vencido o sexto jogo desta série dos playoffs na última sexta-feira, em casa, forçando a realização do derradeiro confronto em solo canadense.

O feito inédito para o Raptors veio com grandes atuações de Kyle Lowry e DeMar DeRozan, a dupla que vinha sendo contestada por fazer sempre uma boa temporada regular e depois não conseguir manter o ritmo nos playoffs. Desta vez, no entanto, Lowry anotou 35 pontos, deu nove assistências e pegou sete rebotes, enquanto DeRozan anotou 28 pontos e apanhou oito rebotes.

A dupla junta fez mais da metade dos pontos da equipe e comandou o triunfo que fechou a série em 4 a 3. Outro destaque do Raptors foi o pivô Bismark Biyombo, que anotou um "double-double" com 17 pontos e 16 rebotes. Pelo lado do Miami, os principais jogadores foram Dwyane Wade e Goran Dragic, ambos com 16 pontos.

O primeiro jogo da decisão da Conferência Leste está marcado para terça-feira, em Cleveland. O time comandado por LeBron James chega mais descansado na final, pois eliminou o Atlanta Hawks nas semis com uma tranquila vitória por 4 a 0 na série. Já Golden State Warriors, de Stephen Curry, e Oklahoma City Tunder, de Kevin Durant, brigam pelo título da Conferência Oeste a partir desta segunda-feira, às 22 horas (de Brasília), em Oakland, no primeiro duelo da série melhor de sete entre os dois times.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.