Mike McGinnis|AFP
Mike McGinnis|AFP

Raptors bate Bucks e empata série nos playoffs; Hawks reduz vantagem do Wizards

Vencedores equilibram ainda mais confrontos pela NBA

Estadão Conteúdo

22 de abril de 2017 | 23h06

Em dois jogos já encerrados neste sábado pelos playoffs da NBA, o Toronto Raptors e o Atlanta Hawks saíram vencedores de quadra e equilibram as suas respectivas disputas em busca de uma vaga na próxima fase da liga de basquete dos Estados Unidos. O time canadense superou o Milwaukee Bucks por 87 a 76, fora de casa, e empatou por 2 a 2 a série melhor de sete partidas entre as duas equipes, enquanto o Hawks derrotou o Washington Wizards por 116 a 98, como mandante, e reduziu para 2 a 1 a vantagem do rival.

Com o triunfo como visitante, o Raptors terá a chance de virar a série decisiva para 3 a 2 a seu favor na próxima segunda-feira, quando recebe o Bucks em Toronto. No mesmo dia, o Hawks voltará a atuar em casa diante da equipe da capital norte-americana com a oportunidade de empatar em 2 a 2 com o adversário nos playoffs.

Para igualar a série que trava com o Bucks, o Raptors foi impulsionado principalmente neste sábado pela ótima atuação de DeMar DeRozan, cestinha do confronto, com 33 pontos, e que ainda ajudou a sua equipe com nove rebotes e cinco assistências.

Kyle Lowry, com 18 pontos, foi o outro principal destaque ofensivo da equipe canadense e terminou o duelo como terceiro maior cestinha do jogo, ficando atrás também de Tony Snell, que contabilizou 19 pontos pela equipe de Milwaukee. O time da casa ainda teve Khris Middleton conseguindo um "double-double" ao marcar dez pontos e apanhar 11 rebotes.

O equilíbrio prevaleceu nos dois primeiros quartos do duelo em Milwaukee, sendo que o inicial terminou empatado em 19 a 19 e o seguinte em 22 a 22. A partir do terceiro período, porém, o Raptors conseguiu começar a desgarrar no placar e repetiu por duas vezes a contagem de 23 pontos para fechar o duelo em vantagem de 11 sobre os anfitriões.

Já na partida em Atlanta, o Hawks foi arrasador no primeiro período ao terminar com a boa vantagem de 38 a 20, fato que o permitiu administrar o placar nos três quartos seguintes. Para isso, foi liderado principalmente por Paul Millsap, autor de um "double-double" de 29 pontos e 14 rebotes.

O alemão Dennis Schroder, com 27 pontos e nove assistências, também se destacou na vitória da equipe da casa, que assim ofuscou com tranquilidade a boa atuação de John Wall, autor de 29 pontos pelo Wizards, que em nenhum momento do confronto conseguiu liderar o placar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.