Kim Klement / USA Today Sports
Kim Klement / USA Today Sports

Raptors e Celtics 'varrem' rivais e duelarão pela semifinal da Conferência Leste

Domingo da NBA ainda teve Luka Doncic fazendo triplo-duplo e empatando série entre Mavericks e Clippers

Redação, Estadão Conteúdo

23 de agosto de 2020 | 23h07

A NBA conheceu neste domingo os dois primeiros times classificados às semifinais de conferência. Dentro da "bolha" criada no complexo Wide World of Sports, pertencente à Disney, em Orlando, o atual campeão Toronto Raptors e o Boston Celtics fecharam suas séries melhor de sete com "varridas" de 4 a 0 sobre Brooklyn Nets e Philadelphia 76ers, respectivamente, e agora vão se enfrentar na próxima fase dos playoffs no Leste.

Os Raptors não tiveram dificuldades para confirmar o favoritismo e atropelaram os Nets com uma vitória por 150 a 122. Os grandes destaques foram Norman Powell, com 29 pontos, Serge Ibaka, com 27 e 15 rebotes, e Pascal Siakam, com 20 pontos e 10 assistências. A notícia ruim foi a lesão no tornozelo de Kyle Lowry ainda no primeiro tempo.

Pelos Nets, que na próxima temporada terão em quadra a dupla Kevin Durant e Kyrie Irving, lutaram para ao menos evitar a "varrida", mas não obtiveram sucesso. Caris LeVert foi o melhor do time com 35 pontos, seis assistências e seis rebotes. Tyler Johnson, com 13 pontos, também merece destaque.

Com mais dificuldade, os Celtics encerraram a série contra os 76ers com o triunfo por 110 a 106. O armador Kemba Walker, que obteve a primeira vitória em uma série de playoffs na carreira, foi o cestinha da partida com 32 pontos. Jayson Tatum também jogou muito bem e terminou com 28 pontos e 15 rebotes.

Pelos 76ers, o destaque ficou com o pivô camaronês Joel Embiid, que marcou 30 pontos e pegou 10 rebotes. Tobias Harris, que voltou após o choque na cabeça, também foi bem e anotou 20 pontos.

NO OESTE

Na outra conferência da NBA, série equilibrada entre Los Angeles Clippers e Dallas Mavericks. Neste domingo, o armador esloveno Luka Doncic carregou nas costas o time do Texas, que não contou com o lesionado Kristaps Porzingis, na vitória por 135 a 133 na prorrogação, após empate em 121 no tempo normal, que fez com que o confronto fique agora empatado em 2 a 2.

Com seus 43 pontos, 17 rebotes e 13 assistências, o jovem de 21 anos, em seu quarto jogo de playoffs da carreira, tornou-se o mais jovem a fazer um "triple-double" (dois dígitos em três fundamentos) de pelo menos 40 pontos em um jogo de playoff e foi somente o terceiro jogador da história da pós-temporada da NBA a ter um jogo de 40+ pontos, 15+ rebotes e 10+ assistências, juntando-se a Charles Barkley (1993) e Oscar Robertson (1963).

Doncic, com seu time um ponto atrás no placar, terminou com a bola de três pontos da vitória contra a marcação de Reggie Jackson no estouro do cronômetro da prorrogação, sacramentando o empate dos Mavericks na série. "Um dos melhores sentimentos que já senti", disse o esloveno na entrevista pós-jogo.

Pelo lado dos Clippers, Lou Williams foi o cestinha com 36 pontos. Kawhi Leonard também teve participação importante, terminando a partida com 32 pontos e nove rebotes. O ponto negativo da equipe da Califórnia segue sendo Paul George - o ala contribuiu somente com nove pontos e oito rebotes. O quinto jogo da série será nesta terça-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.