Sergio Estrada/USA Today Sports
Sergio Estrada/USA Today Sports

Raptors voltam a vencer Warriors fora e ficam a uma vitória do título da NBA

Em retorno de Klay Thompson, Kawhi Leonard anota 36 pontos e comanda triunfo por 105 a 92

Redação, Estadão Conteúdo

08 de junho de 2019 | 09h06

O Toronto Raptors está muito perto de fazer história e ser campeão da NBA pela primeira vez. O time canadense contou com mais uma atuação monstruosa do astro Kawhi Leonard e voltou a derrotar o Golden State Warriors na casa do rival, a Oracle Arena, em Oakland, para fazer 3 a 1 na série e ficar a uma vitória do título.

Grande destaque da final, Kawhi comandou as ações ao anotar 36 pontos e pegar 12 rebotes. Vindo do banco, o congolês-espanhol Serge Ibaka, com 20 pontos e dois tocos, também teve participação de destaque no triunfo dos Raptors.

Os Raptors, que venceram pela segunda vez seguida na casa do adversário, fizeram 105 a 92 e foram mais consistentes durante a partida. Com uma defesa forte e agressividade no ataque, a franquia do Canadá se impôs diante de um Golden State irregular.

O atual bicampeão da NBA teve o retorno de Klay Thompson, um dos craques do time. O ala-armador, recuperado de lesão, foi importante e contribuiu com 28 pontos, mas os Warriors careceram de uma defesa mais sólida para segurar Kawhi Leonard e companhia e, sem Kevin Durant, ainda lesionado, não foram tão eficientes nas investidas à frente.

Stephen Curry até pontuou bem. O armador fez 27 pontos, mas errou muitos arremessos nos três primeiros quartos e o time da Califórnia, que teve um bom início e liderou o placar no primeiro tempo, não reuniu força para sustentar a vantagem, que começou a ruir depois de uma sequência de bolas de três de Kawhi Leonard na volta do intervalo.

A partir da metade do terceiro quarto, os Raptors adotaram uma marcação por zona, fechando o garrafão. A estratégia deu certo, de modo que a equipe canadense deixou Curry desconfortável em suas tentativas de três, enfraqueceu o rival e construiu uma vantagem significativa para não ser mais ameaçado.

Na expectativa de poder voltar a contar com Kevin Durant, o Golden State Warriors, na decisão pelo quinto ano consecutivo, terá, agora, uma árdua missão para reverter a série e conseguir faturar seu quarto título desde 2015. Azarões desta final, os Raptors estão a uma vitória de serem campeões, o que pode acontecer no jogo 5, marcado para a próxima segunda-feira, às 22 horas (de Brasília), em Toronto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.