Real Madrid vence o Bauru e conquista a Copa Intercontinental

Real Madrid vence o Bauru e conquista a Copa Intercontinental

Vitória por 91 a 79 dá o quinto título aos espanhóis

Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2015 | 15h13

O Paschoalato/Bauru não conseguiu repetir a vitória de sexta-feira sobre o Real Madrid e viu o time espanhol faturar o título da Copa Intercontinental de Basquete. Neste domingo, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, o Real Madrid deu o troco no time do interior paulista e levou pela quinta vez o título da competição por 91 a 79. Na última sexta, com uma bela reação ao fim do jogo, o time brasileiro, campeão da Liga das Américas, superou o Real Madrid por 91 a 90, ficando em vantagem na decisão da Copa Intercontinental. Mas o time espanhol, o atual campeão europeu, acabou ficando com o título por ter conquistado a vitória por uma diferença de pontos maior.

Apesar de ser considerado um time tecnicamente bem superior ao Bauru, o Real Madrid teve dificuldades nesse domingo, agravadas pela ausência de Rudy Fernández, lesionado. Além disso, perdeu Sergio Rodríguez, expulso no segundo quarto do duelo. Ainda assim, conseguiu a vitória com boas atuações do ala/armador Jaycee Carroll e do armador Sergio Llull, com 22 e 21 pontos, respectivamente. Já o ala/pivô Trey Thompkins marcou todos os seus 17 pontos durante o segundo tempo.

Ricardo Fischer, responsável pela cesta que deu a vitória ao Bauru no primeiro jogo, voltou a se destacar neste domingo. O armador foi o cestinha da partida com 26 pontos e ainda deu seis assistências. O pivô Rafael Hettsheimeir anotou 17 pontos, três a mais do que Alex Garcia. Neste domingo, o Bauru sofreu bastante com a forte defesa do Real Madrid e viu o adversário abrir 12 a 0 até anotar os seus primeiros pontos, com mais de cinco minutos de partida. Depois disso, conseguiu equilibrar as ações, diminuindo a desvantagem para quatro pontos - 15 a 11.

O Real Madrid, porém, voltou a deslanchar ao fim do quarto, quando converteu dois arremessos de três, com Carroll, cestinha do período com dez pontos, e Andreas Nocioni, iniciando o segundo quarto vencendo por 24 a 15. Evoluindo em suas ações ofensivas, o Bauru empatou o placar em 29 a 29, também ser aproveitando da exclusão de Rodríguez após cometer a sua segunda falta técnica. Só que o Real Madrid contou com boas jogadas individuais de Sergio Lllul para fechar o primeiro tempo vencendo por 49 a 40.

Com um bom início de segundo tempo de Fischer e Hettsheimeir, o Bauru chegou a empatar o placar em 53 a 53 no terceiro quarto. Mas logo o Real Madrid, com boas jogadas de Ayón e Thompkins, retomou as rédeas do duelo, fechando o terceiro quarto com nove pontos de vantagem - 66 a 57. Em desvantagem, o Bauru lutou no último período, mas não conseguiu barrar o Real Madrid que fez 80 a 68 com duas cestas de três seguidas de Sergio Llull. Assim, só precisou manter o ritmo para vencer o jogo por 91 a 79 e faturar o título da Copa Intercontinental de basquete.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.