Marcos Tristão
Marcos Tristão

Recuperado, Alex celebra volta à seleção de basquete e mira vaga no Mundial

Brasil vai enfrentar as Ilhas Virgens nesta quinta-feira, a uma vitória de garantir um lugar na competição

Redação, Estadão Conteúdo

20 de fevereiro de 2019 | 17h30

A seleção brasileira masculina de basquete enfrenta nesta quinta-feira as Ilhas Virgens, em St. Thomas, pelas Eliminatórias das Américas, e garantirá vaga no Mundial da China em caso de triunfo. Para uma partida tão importante, o técnico Aleksandar Petrovic terá um importante reforço: o ala/armador Alex, recuperado de grave lesão no joelho.

"Estou muito feliz pela minha volta depois de ter participado apenas da primeira janela. Infelizmente, tive a lesão que me tirou das quadras por muito tempo, mas agora é só dar sequência e classificar o Brasil para mais um Mundial nessas duas próximas partidas", declarou o jogador.

Um dos grandes nomes da seleção nas últimas duas décadas, Alex ficou oito meses afastado das quadras por causa de uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho direito. Participou apenas da primeira janela das Eliminatórias, mas agora retorna para tentar colocar o Brasil no Mundial diante de um adversário imprevisível.

"Eles não têm um padrão de jogo definido, quem pega a bola decide, e é um chute que você não entende o motivo. Na defesa é, muita marcação zona. Por um lado, isso é bom para nós, já que temos bons arremessadores, mas para os jogadores com características de corte e infiltração acaba atrapalhando um pouco. É o típico jogo complicado porque você não sabe o que esperar do adversário", considerou.

A seleção brasileira está na terceira colocação do Grupo F das Eliminatórias, com 17 pontos, enquanto a lanterna está com as Ilhas Virgens, com 11. Caso perca nesta quinta, o Brasil deixará a decisão da vaga para a última rodada, em confronto direto com a República Dominicana, segunda-feira que vem, em Santo Domingo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.