Reprodução / Instagram
Reprodução / Instagram

Reunião com 16 clubes do NBB aprova auxílio financeiro aos árbitros da competição

Diferente de outros profissionais que possuem um vínculo empregatício com as organizações esportivas, o quadro de arbitragem presta serviço para a entidade, sendo remunerados a cada partida atuada.

Redação, Estadão Conteúdo

03 de abril de 2020 | 12h27

Assim como fez a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta semana, que prometeu ajuda aos árbitros de futebol durante a paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus, os 16 clubes que disputam a atual temporada do NBB (Novo Basquete Brasil) aprovaram em uma reunião por videoconferência, na noite de quinta-feira, junto com a presidência e os diretores executivos da Liga Nacional de Basquete (LNB), uma forma de auxiliar financeiramente os juízes que atuam na competição.

Diferente de outros profissionais que possuem um vínculo empregatício com as organizações esportivas, o quadro de arbitragem do NBB presta serviço para a entidade, sendo remunerados a cada partida atuada. Os valores e o tempo de auxílio aos árbitros ainda serão aprovados pelo Conselho de Administração da LNB na próxima semana.

Outro assunto apresentado na reunião e aprovado pelos clubes foi a redução de até 20% no salário base do corpo executivo da Liga Nacional de Basquete para os próximos cinco meses. A medida faz parte de um pacote de economia de gastos dentro do orçamento global da entidade na temporada 2019/2020.

"Não é o momento de tomar nenhuma decisão precipitada. Por isso, estamos nos reunindo toda semana com os clubes, com os representantes dos atletas e dos técnicos para ouvir todos anseios e as dificuldades de cada área", afirmou Nilo Guimarães, presidente interino da LNB. "Essa sempre foi a essência da Liga e, num momento difícil em que toda a sociedade está passando, é muito positivo ver a maturidade que os clubes estão lidando com essa situação", completou.

A LNB vem se reunindo semanalmente com todos os envolvidos no NBB. Além da reunião que está sendo realizada às quintas-feiras, todas as terças, além dos clubes, representantes dos atletas, dos técnicos e dos árbitros também participam de uma videoconferência.

Em reunião realizada na semana passada, os clubes decidiram, de forma unânime, com apoio de atletas e treinadores, que a temporada irá seguir partindo automaticamente para a fase de playoffs. A tabela de classificação final ficou definida pela ordem dos times através do aproveitamento de vitórias até o último jogo realizado na temporada regular (no dia 15 de março).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.