Divulgação
Divulgação

Rio Claro lamenta o ocorrido e Franca revela prejuízo de roubo

Vestiário foi invadido por bandidos durante o jogo do NBB

Estadão Conteúdo

06 de abril de 2016 | 12h27

O basquete brasileiro protagonizou na última terça-feira um triste episódio, digno de puro amadorismo. Durante a segunda partida entre Rio Claro e Franca pelas oitavas de final do NBB, o vestiário do time francano foi invadido por bandidos e diversos pertences foram roubados. O episódio gerou repercussões de ambos os lados nesta quarta pela manhã.

Dono da casa, o Rio Claro lamentou o ocorrido no ginásio Felipe Karam. A vitória por 89 a 79, que empatou a série melhor de cinco partidas em 1 a 1, não rendeu comemorações. Pelo contrário, ficou em segundo plano diante do episódio "vergonhoso e decepcionante" protagonizado para todo o Brasil, já que a partida foi transmitida ao vivo pelo SporTV.

"Especialmente para nós, do Rio Claro Basquete, a consternação dos nossos visitantes e dos telespectadores nos encheu de vergonha e decepção. Nós tivemos a nossa casa roubada justamente no dia em que fazíamos festa para receber nosso visitante mais ilustre. Nos melhores momentos da história do Rio Claro Basquete, Franca esteve presente. Por isso, merecem nosso imenso respeito e a nossa dedicação especial para recebê-los", afirmou o Rio Claro em nota oficial.

A direção do time interiorano não poupou elogios a Franca, que aceitou voltar à quadra mesmo após o furto constatado no intervalo do primeiro para o segundo tempo. "Registramos a lição de espírito esportivo que nossos adversários deram neste episódio. Apesar da grande dificuldade que enfrentaram no intervalo, voltaram ao jogo e lutaram até o fim pelo melhor resultado."

Aos jogadores de Franca, restou contabilizar o prejuízo com os objetos e a quantia roubada. O tradicional time de basquete paulista também divulgou nota nesta quarta-feira como forma de repúdio ao episódio, mas também para dimensionar a perda dos atletas e informar que parte do valor já foi recuperada.

"Após a janela do vestiário visitante ser arrombada, foram levados sete celulares, dois IPods e cerca de R$ 1200 dos atletas e membros da comissão técnica da equipe francana. Através do bom trabalho da Polícia Militar e Civil de Rio Claro, até o momento foram recuperados três celulares, dois IPods e R$ 120,00. As buscas continuam a fim de reaver o maior número de itens possível."

Para evitar que novos casos como esse ocorram, Rio Claro prometeu providências imediatas. "Já estamos em negociação com parceiros da equipe para que tenhamos vestiários não apenas mais seguros, mas também mais confortáveis e funcionais para atletas e comissão técnica. Divulgaremos nos próximos dias detalhes dessa ampla reforma. Para o próximo jogo, reforçaremos a segurança dentro e fora do ginásio."

Tudo o que sabemos sobre:
FrancaNBBBasquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.