Angelo Tzortzinis/AFP
Angelo Tzortzinis/AFP

Rival do Brasil, Grécia chama Giannis e mais 2 irmãos Antetokounmpo para Mundial

Melhor jogador da NBA terá como companheiros Thanasis e Kostas

Redação, Estadão Conteúdo

02 de julho de 2019 | 12h14

Não bastasse ter de enfrentar o astro Giannis Antetokounmpo, MVP (melhor jogador) da NBA na última temporada, na fase de grupos do Mundial da China, em setembro, a seleção brasileira masculina de basquete vai ter do outro lado da quadra contra a Grécia outros dois irmãos do jogador do Milwaukee Bucks. Nesta terça-feira, o treinador grego Thanasis Skourtopoulos convocou Thanasis, de 26 anos, que joga no Panathinaikos, e Kostas, de 21, do Dallas Mavericks.

"Decidimos chamar Kostas Antetokounmpo. Esperamos muito a sua evolução e pensamos que pode ser uma vantagem que um jovem jogador como ele entre pouco a pouco na equipe", explicou o técnico. Mais novo que Giannis, que tem 24 anos, Kostas está há um ano no Mavericks, mas passou toda a temporada no time de desenvolvimento (G-League) da franquia do Texas.

A família Antetokounmbo é toda ligada ao esporte. Além dos três da seleção grega, outros dois estão no meio esportivo. O irmão mais velho Francis é jogador de futebol profissional e o mais novo Alexis, de 17, joga basquete em um instituto de Milwaukee. Giannis até já declarou que ele é o melhor dos quatro irmãos que estão na modalidade.

No Mundial, que acontecerá de 31 de agosto a 15 de setembro, o Brasil enfrentará a Grécia no dia 3 de setembro, na cidade de Nanquim, pela segunda rodada do Grupo F. Os outros países da chave são Montenegro e Nova Zelândia.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Fooling around after our workout ️‍♀️ W/ @kostas__ante13 #Woah

Uma publicação compartilhada por Giannis Antetokounmpo (@giannis_an34) em

Na temporada recém-encerrada da NBA, Giannis Antetokounmbo desbancou o armador James Harden, do Houston Rockets, para se tornar o MVP. Com o Milwaukee Bucks, fez a melhor campanha da temporada regular e atingiu a final da Conferência Leste, mas acabou derrotado pelo Toronto Raptors, de Kawhi Leonard, que depois foi campeão batendo o Golden State Warriors.

Essa não será a primeira experiência do grego em Mundiais. Há cinco anos, quando estava surgindo para o basquete mundial, Giannis Antetokounmpo jogou a competição na Espanha, sendo eliminado pela seleção da Sérvia ainda nas oitavas de final. Também esteve em quadra no Europeu de 2015 e depois no Pré-Olímpico para os Jogos do Rio-2016.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.