"Rookie não tem vez", diz Nenê

O brasileiro Nenê Hilário deve começar no banco sua primeira partida oficial na NBA pelo Denver Nuggets, que enfrenta em casa o Minnesota Timberwolves, mas está esperançoso de entrar em quadra e mostrar seu potencial na equipe. Para se dar bem na temporada, o jogador, apontado pelo técnico Jeff Bzdelik como candidato a "Novato do ano", afirma que já aprendeu algumas regras básicas de sobrevivência. "Rookie (novato) não tem vez", garante. "As faltas que eles (os árbitros) colocam na gente são as que eles tiram dos mais velhos." Por este motivo, Nenê afirma que está fazendo tudo o que pode para se adequar às regras do jogo. Segundo ele, existem situações, que chama de "falta oculta" onde é punido sem sequer encostar no jogador. Outras regras dizem respeito ao posicionamento na área e o fato de não poder esticar muito o braço. Mas isso não é tudo. Segundo ele, a parte física também é diferente. "Tenho de botar na cabeça que não estou mais no Brasil. Aqui é um basquete de alto nível, e tenho de ser forte na bandeja", diz Nenê. O jogador explica que a preparação física dos atletas é mais forte do que dos times brasileiros e também mais detalhada. Nenê sabe que o Denver está longe de ser um dos favoritos ao título. "Somos um time de calouros mesmo, mas calouros ousados", admite, lembrando que até mesmo o técnico é novato. Sobre o jogo contra o Minnesota, Nenê afirma que o time é agressivo e Kevin Garnett Quanto à sua dificuldade com o inglês, o jogador admite que não está conseguindo freqüentar aulas por causa dos treinos. "Mas o técnico disse que poderei contar com o Joe (José dos Santos, seu agente e tradutor) em quadra o tempo que precisar." Fora das quadras, Nenê diz que sua adaptação está sendo boa e, como outros estrangeiros na Liga, recebeu aulas de como se comportar. "Eles falaram mais sobre quando usar terno, usar uniforme, e coisas do tipo", afirma. Outros assuntos, como obedecer as rígidas leis americanas e como lidar com as mulheres ficaram fora da pauta. "Sei que existem mulheres que ?queimam? jogadores, mas tenho namorada."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.