Álvaro Jr./LBF
Álvaro Jr./LBF

Sampaio supera o Campinas fora e larga na frente na final da LBF

Time do Maranhão faz 63 a 59 nesta sexta-feira; segundo jogo será no domingo, novamente no ginásio do Tênis Clube

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de agosto de 2019 | 23h29

O Sampaio Basquete, do Maranhão, venceu o Campinas por 63 a 59, fora de casa, na noite desta sexta-feira, e largou na frente na série melhor de cinco partidas da final da Liga de Basquete Feminino (LBF). O confronto foi realizado no ginásio do Tênis Clube de Campinas, no interior paulista. 

O segundo duelo da decisão entre as duas equipes será neste domingo, às 18 horas, novamente em solo campineiro, onde as anfitriãs tentarão empatar a série antes de viajar para São Luís, onde o terceiro confronto da melhor de cinco ocorrerá na quinta-feira, às 19h, no ginásio Costa Rodrigues.

"Foi um jogo nervoso, sabíamos que seria assim. Mas acho que a nossa vantagem é que a gente tem uma defesa muito forte, como no campeonato todo. Apesar da gente ter se atrapalhado no ataque em alguns momentos, a nossa defesa forte prevaleceu. Temos que continuar assim, acalmar um pouco, ver o que erramos no ataque, pra ter mais segurança para fazer as cestas", comentou Tainá Paixão, eleita a melhor do jogo.

Em evolução constante na reta final desta edição da principal competição feminina de clubes da modalidade no País, o Sampaio acumulou a sua quinta vitória em cinco partidas nestes playoffs da LBF. 

Atual campeão nacional e líder desta temporada da competição, o Campinas terminou o jogo desta sexta-feira com a argentina Meli Gretter como principal cestinha do duelo, com 15 pontos, seguida de perto por Jackson, da equipe maranhense, com 14. 

Cinco medalhistas de ouro do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, onde a equipe nacional fez história ao superar os Estados Unidos na decisão, estão entre as finalistas desta edição da LBF. Uma delas é a ala Patty, do time paulista, que fez 13 pontos e foi a segunda maior cestinha de sua equipe nesta sexta.

Já o Sampaio conta com a ala/armadora Tainá Paixão, as alas Raphaella Monteiro e Tati Pacheco e a ala/pivô Clarissa - esta última eleita a melhor jogadora da disputa do basquete feminino do Pan - entre as jogadoras que ajudaram o Brasil a triunfar em solo peruano. Tainá e Raphaella, com 12 pontos cada, tiveram atuações importantes para a vitória do seu time neste primeiro duelo da final. Já Clarissa e Tati contabilizaram seis pontos cada.

Tudo o que sabemos sobre:
Sampaio Basquetebasquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.