LNB
LNB

Santos apresenta projeto e vai buscar vaga no NBB pela Liga Ouro

Participação da equipe na próxima edição do torneio de acesso depende apenas da aprovação da LNB

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2018 | 07h00

O Santos confirmou o interesse em participar da próxima edição da Liga Ouro e, com isso, buscar o acesso para o NBB na temporada 2019-2020. O vice-presidente do clube, Orlando Rollo, e membros da diretoria, se encontraram com o presidente da Liga Nacional de Basquete, João Fernando Rossi, na sede da entidade, na terça-feira, e apresentaram detalhes sobre o projeto.

+ Com criação da liga e retomada, NBB cresce oito vezes em dez anos

A equipe santista quer seguir os passos do Corinthians. A equipe alvinegra faz excelente campanha na Liga Ouro e tem boas chances de conseguir uma vaga na próxima temporada do NBB.

"É muito gratificante ver clubes de enorme tradição no esporte como o Santos demonstrar interesse em participar desse movimento do basquete. Ficamos felizes com o projeto que nos foi apresentado e acreditamos que o clube está no caminho certo para participar da próxima Liga Ouro", afirmou o presidente LNB, João Fernando Rossi.

O gestor da equipe será o ex-atacante Jamelli, em parceria do Santos com a Associação Ponto Positivo, que terá o direito do licenciamento da marca para o time de basquete.

"A nossa gestão tem um projeto voltado para os esportes olímpicos. Pretendemos iniciar a Liga Ouro com equipe bem competitiva para futuramente fazer parte do NBB. É um projeto antigo que temos e agora vamos colocar em prática", explicou Orlando Rollo.

"Nosso grande estímulo se deu pela parte de esporte e negócios, até porque hoje o basquete é o segundo esporte no Brasil. Por isso, interessa muito ao Santos porque é uma boa fonte de renda para o futuro", completou.

A Liga Ouro conta com nove equipes na atual edição e, neste momento, está na fase de playoffs. Corinthians e São José são os favoritos para conseguir o acesso. Apenas uma equipe sobe. Liga Sorocabana e Campo Mourão foram os rebaixados no NBB.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.