Seleção de basquete recorre a jogadoras da A2 do Paulista para evento-teste

O momento do basquete feminino brasileiro é tão ruim que a seleção que vai disputar o evento-teste dos Jogos Olímpicos do Rio vai contar com duas jogadoras de clubes da Série A2 do Campeonato Paulista. Afinal, apenas seis equipes jogam a Liga de Basquete Feminino (LBF) e cinco delas estão boicotando a convocação. O próprio Campeonato Paulista, estadual mais forte do País, contou em 2015 com só quatro times, sendo três da LBF e o São Bernardo, que é da A2 e jogou para permitir que o estadual fosse realizado por oito dias.

DEMÉTRIO VECCHIOLI, Estadão Conteúdo

07 de janeiro de 2016 | 19h48

Como os times da LBF, exceto o Sampaio Corrêa, solicitaram que suas atletas pedissem dispensa da convocação, o técnico Antonio Carlos Barbosa só poderia chamar atletas do clube maranhense. Só que o elenco do Sampaio tem apenas 10 atletas, sendo duas norte-americanas. Para piorar, Nádia está machucada e Fernanda só fez um jogo na temporada.

Como também não há jogadoras brasileiras de alto nível jogando no exterior, a CBB teve que recorrer a atletas amadoras para completar um grupo de 12 jogadoras. Nesta quinta-feira, Barbosa fechou o elenco convocando ala Júlia Carvalho. Ela joga pelo XV de Piracicaba e disputou a Série A2 do Paulista.

A CBB divulgou que a atleta tem 20 anos, mas no site da Federação Paulista ela aparece como tendo nascido em 1988, completando 28 anos nas vésperas do evento-teste. Ela jogou o Mundial Sub-21 de 2007, como confirma a CBB.

Além dela, foram chamadas as armadoras Anna Beatriz de Oliveira (20 anos, de Jaraguá-SC) e Lays da Silva (17 anos, de São Bernardo) e a ala Mariane Carvalho (18 anos, da ADC Bradesco, de Osasco, também da A2). Essa é a primeira convocação das três para defender a seleção adulta, mas Mariane e Lays são nomes recorrentes nas seleções de base.

A seleção treina em São Paulo, no Sírio, até a próxima segunda-feira. Neste dia, à tarde, viaja ao Rio. Na terça, na Urca, faz amistoso contra a Argentina. Na quarta, já na Arena Carioca 1, encara a Austrália, também em partida amistosa. Na sexta, estreia no evento-teste diante da Venezuela. No sábado e no domingo, reencontra Argentina e Austrália.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.