Seleção de basquete supera Porto Rico e decide torneio

A seleção brasileira masculina de basquete conquistou na noite desta quarta-feira a sua segunda vitória pela Copa Tuto Marchand, torneio amistoso jogado na cidade porto-riquenha de San Juan e que serve como preparação para a Copa América, a ser disputada no mesmo local. Depois de vencer a Argentina na estreia, o Brasil derrotou Porto Rico por 80 a 70 e agora precisa de mais um triunfo para garantir o título da competição.

AE, Agencia Estado

20 de agosto de 2009 | 01h20

Para derrotar a seleção da casa, uma das favoritas a ficar com uma das quatro vagas para o Mundial que estarão em jogo na Copa América, o Brasil sempre teve o controle do jogo. Depois de uma bom primeiro quarto, chegou a ser ameaçado apenas no segundo período, quando foi para o intervalo vencendo apenas por 44 a 43. No entanto, voltou a abrir vantagem após a volta dos vestiários e não deixou mais o adversário encostar no marcador.

Enquanto Porto Rico sofria com a ausência do armador Carlos Arroyo, que se machucou na estreia da seleção pela Tuto Marchand, o Brasil contou com uma boa atuação do ala/pivô Anderson Varejão, cestinha do jogo com um double-double (dois dígitos em dois fundamentos) de 27 pontos e 12 rebotes. O pivô Tiago Splitter também se destacou no garrafão, com 15 pontos. O ala/armador Leandrinho contribuiu com mais 17 e Marcelinho Machado marcou outros nove pontos.

Para Leandrinho, a vitória mostrou a evolução do time comandado pelo técnico espanhol Moncho Monsalve. "Jogamos bem melhor do que contra a Argentina. Sabíamos que seria uma partida difícil e mantivemos o foco os 40 minutos. Só perdemos a liderança do placar uma vez e em nenhum momento tivemos nossa vitória ameaçada. Isso comprova a evolução da equipe", opinou o jogador do Phoenix Suns, da NBA.

Para o jogo decisivo contra o Canadá, nesta quinta-feira, às 19 horas (de Brasília), Leandrinho acha que a seleção brasileira deve ter nível semelhante de jogo. "Contra o Canadá precisamos manter a mesma postura para ganhar e conquistar o título. Estamos no caminho certo e o grupo está mais confiante a cada jogo", disse o ala/armador citando os canadenses, que venceram Argentina por 86 a 72, também nesta quarta-feira.

Antes, pela primeira rodada, o Canadá havia perdido para Porto Rico por 60 a 55. Por isso, caso o time brasileiro perca para os canadenses, eles ainda terão chance de título, assim como os donos da casa. Desta forma, Canadá, Porto Rico e Brasil terminariam a competição com duas vitórias, levando a decisão para os critérios de desempate. A Argentina, que encerra sua participação contra os porto-riquenhos, às 21h30 desta quinta, apenas cumpre tabela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.