Seleção feminina definida para o Pré-olímpico de basquete

Paulo Bassul confirma as 12 jogadoras que buscarão vaga na Olimpíadas de Pequim 2008 na última chance

Redação,

30 de maio de 2008 | 16h06

Com o término do Sul-Americano de basquete feminino, o técnico Paulo Bassul definiu, nesta sexta-feira, o grupo de jogadoras do Brasil que disputará o Pré-olímpico feminino de basquete, que acontece entre os dias 9 e 15 de junho, em Madri, na Espanha.O grupo foi definido com Chuca, Claudinha, Êga, Franciele, Graziane, Iziane, Karen, Karla, Kelly, Mamá, Micaela e Natália. Érika, Karina, Tatiana, Jaqueline e Adrianinha, que participaram dos treinos, estão fora. "As doze jogadoras escolhidas têm muito potencial e com luta e dedicação podem alcançar os objetivos traçados. Temos que ter paciência, pois a equipe ainda está em formação e buscando espaço no cenário internacional", disse o técnico da seleção feminina. A estréia do Brasil no pré-olímpico acontece no dia 10 de junho, diante das Ilhas Fiji. Depois, a seleção terá pela frente as anfitriãs, no dia 11. As duas mais bem colocadas do Grupo C classificam-se às quartas. Se chegar lá, o Brasil poderá enfrentar Bielo-Rússia, Cuba ou Taipé, que estão no Grupo D.  PRÉ-OLÍMPICO FEMININO DE BASQUETE 2008 SELEÇÃO BRASILEIRA  Armadoras Natália Burian (23 anos - 1,63 m - Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva) Claudinha (33 anos - 1,70 m - Clermont Ferrand-FRA)  Alas/Armadoras Karla Costa (29 anos - 1,73 m - Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva)  Karen Gustavo (24 anos - 1,77 m - Colchões/Castor/FIO/Unimed/Ourinhos)  Alas Micaela Jacintho (29 anos - 1,80 m - Colchões Castor/FIO/Unimed/Ourinhos)  Iziane Marques (26 anos - 1,82 m - Atlanta Dream-EUA)  Chuca (29 anos - 1,80 m - Colchões Castor/FIO/Unimed/Ourinhos)  Alas/Pivôs Mamá (30 anos - 1,93 m - Villeneuve-FRA)  Êga (30 anos -1,87 m - Mann Filter Zaragoza-ESP)  Franciele Nascimento (20 anos - 1,87 m - Mann Filter Zaragoza-ESP)  Pivôs Graziane Coelho (24 anos - 1,91 m - Mizo Pécs-HUN)  Kelly Santos (28 anos - 1,92 m - Seattle Storm-EUA) 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.