Acervo/Reuters
Acervo/Reuters

Sem Oscar, Brasil celebra 25 anos de título histórico sobre Estados Unidos

Paulinho Villas Boas, Gerson, Pipoka, Rolando, Cadum, Guerrinha, Israel e outros marcaram presença

VALÉRIA ZUKERAN, Agência Estado

23 de agosto de 2012 | 16h05

SÃO PAULO - Uma alegre reunião de amigos para um almoço no Clube Pinheiros, em São Paulo, marcou o aniversário de um dos maiores feitos da história do esporte brasileiro: os 25 anos da vitória da seleção brasileira masculina de basquete sobre os Estados Unidos nos Jogos Pan-Americanos de Indianápolis (120 a 115).

Esta foi a primeira derrota em casa da história do basquete norte-americano e o início de uma fase de mudanças no esporte daquele país que culminou na formação do Dream Team de jogadores da NBA na Olimpíada de 1992.

O pivô Oscar Schmidt foi ausência sentida no evento - ele não pôde comparecer porque estava nos Estados Unidos - mas o restante do grupo estava lá, inclusive o técnico Ary Vidal e seu assistente na época, José Medalha, mais o capitão Marcel. O trio fez companhia a Paulinho Villas Boas, Gerson, Pipoka, Rolando, Cadum, Guerrinha, Silvio, Israel, André e Mauri.

Os ex-atletas e integrantes da comissão técnica ganharam da Confederação Brasileira de Basquete (CBB) uma placa comemorativa pelas "bodas de prata" do título pan-americano e a maioria fez questão de comparecer usando o anel presenteado por Oscar a todos os jogadores por ocasião do aniversário de 20 anos da conquista.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteBrasilEUAcomemoração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.