Arquivo/AE
Arquivo/AE

Shaq causa polêmica em área afetada por terremoto na China

Bolas assinadas pelo astro da NBA são tiradas de crianças por escola da cidade de Mianyang, região de Sichuan

17 de julho de 2009 | 11h36

O pivô Shaquille O'Neal, hoje no Cleveland Cavaliers, criou mais uma polêmica, mas desta vez sem intenção alguma. Autoridades de uma escola da cidade chinesa de Mianyang, região de Sichuan, que foi atingida por terremotos em 2008, confiscaram quatro bolas de basquete autografadas pelo jogador da NBA.

A atitude foi prontamente criticada pela opinião pública chinesa, já que mais de 90% de uma enquete da agência Xinhuanet acreditam que a diretoria da escola não tinha o direito de tirar as bolas de basquete das crianças, e que provavelmente os presentes de Shaq serão utilizados para "negócios privados".

O'Neal, que faz visita à China para divulgar seus produtos e a NBA, disse, em entrevista ao jornal Daily China, que ficou surpreso com a atitude da escola. "Eu nunca pensei que aconteceria isso. Eu posso imaginar o quanto as crianças estão decepcionadas". O astro da NBA, no entanto, tratou de minimizar a decepção das crianças com mais quatro bolas autografadas.

Mianyang, local da escola que ficou com as bolas, foi a cidade mais devastadas pelos terremotos que mataram 80 mil pessoas no ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.