Shaq quer dar o troco nos Mavericks e empatar confronto

Chateado por ter feito somente 17 pontos na derrota do Heat para os Mavericks, por 90 a 80, no primeiro jogo das finais da NBA, o pivô do Miami, Saquille O´Neal, se diz pronto para empatar o confronto melhor-de-sete, mais uma vez jogado em Dallas.O Heat precisará do jogador 14 vezes participante do All-Star Game para o confronto deste domingo, às 22h (de Brasília) e sair da cidade texana com uma vantagem, pois o terceiro jogo, na próxima terça-feira, será disputado em Miami. Porém, a jovem equipe dos Mavericks, lideradas pelo ala alemão Dirk Nowitzki, quer estragar a festa de O´Neal, Dwayne Wade e companhia, e ser campeão depois de 26 anos em que a franquia de Dallas foi criada."Nossos jogadores estão com raiva do péssimo último quarto que fizeram na primeira partida", disse o técnico do Heat, Pat Riley. "Perdemos o jogo nos últimos três minutos do segundo quarto e do quarto", completou Riley. "Nós precisamos abrir 2 a 0 no confronto", enfatizou um dos poucos veteranos dos Mavericks, o ala Jerry Stackhouse, que acrescentou: "Temos de atentar para o fato de que com isso a vantagem de decidir o título em casa"."Shaq (O´Neal) e Dwyane fazem uma dupla incrível e estão jogando muito nos playoffs, mas isso não basta aqui. Um ou dois excelentes jogadores não são suficientes para nos bater em casa se nós estamos concentrados em manter o vantagem em nossas mãos", afirmou categórico Nowitzki.Porém, Riley não vê este jogo como crucial para o título de sua equipe, também estreante em finais da NBA. "Eu não vejo essa partida como ´tudo ou nada´ para nós. É bom lembrar os Mavericks que as finais são decididas em uma melhor de sete partidas", conclui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.