Arquivo/AE
Arquivo/AE

Shaquille O'Neal será o novo parceiro de James nos Cavaliers

Pivô de 37 anos terá a responsabilidade de guiar mais um jovem astro do basquete ao título da NBA

Alan Rafael Villaverde, estadao.com.br

25 de junho de 2009 | 09h21

O polêmico e vitorioso pivô Shaquille O'Neal tem uma nova casa: o Cleveland Cavaliers, que acertou uma troca de jogadores com o Phoenix Suns, na madrugada desta quinta-feira, para contar com o jogador.

Para ter Shaq, os Cavs enviarão Sasha Pavlovic e Ben Wallace para os Suns, além da 46.ª escolha do Draft da NBA deste ano e US$ 500 mil (cerca de R$ 1,9 milhão). A troca foi confirmada pelas equipes e pela liga na tarde desta quinta.

A chegada de Shaquille O'Neal, de 37 anos, deixa notório o desespero do Cleveland Cavaliers em ganhar uma força no garrafão para competir com as duas principais forças da Conferência Leste: Boston Celtics, campeão da temporada 2007/08, e Orlando Magic, finalista da que se encerrou neste mês.

Outro motivo é a insatisfação do astro LeBron James, tido por muitos como o melhor jogador em atividade, mas sem nenhum título da NBA indo para sua sétima temporada. James, após a perda da final do Leste para o Magic, deixou claro que não assinaria a extensão de seu contrato em julho deste ano, e que analisaria outros clubes em 2010, quando será agente livre.

Sem opções e vendo a possível saída de seu principal jogador, a diretoria do Cleveland fechou parte da venda da franquia a investidores chineses, que prometeram asseguram o dinheiro necessário para montar o melhor time da NBA. Assim, a vinda de Shaquille O'Neal, que ganhará US$ 20 milhões (aproximadamente R$ 39,6 milhões) na próxima temporada, foi possível.

SOLUÇÃO?

Quatro vezes campeão da NBA, Shaquille O'Neal vestirá a quinta camisa em sua carreira de 17 anos, e o Cleveland Cavaliers confia no histórico do jogador com outros astros para comemorar seu primeiro título na liga.

Shaq foi tricampeão ao lado de Kobe Bryant, nos Los Angeles Lakers, e campeão com Dwyane Wade, no Miami Heat. Dois jogadores com características similares as de LeBron James, o que foi pesado pela diretoria.

Apesar de médias de 17,8 pontos e 8,4 rebotes na última temporada, além de sua 15.ª aparição no All-Star Game, Shaquille O'Neal ficou de fora dos playoffs pela primeira vez em sua carreira.

Com Shaq no garrafão, o Cleveland Cavaliers deverá utilizar o grandalhão Zydrunas Ilgauskas como reserva e o brasileiro Anderson Varejão como um jogador curinga, podendo jogar tanto na posição 4 como 5.

Varejão, inclusive,será agente livre no começo de julho, mas a diretoria dos Cavs deixou claro que pretende manter o brasileiro em seu plantel. Mesmo assim, um ala é procurado desesperadamente para fechar o elenco para a próxima temporada, que deverá ser contrato via agente livre. Neste caso, o turco Hedo Turkoglu, do Orlando Magic, se encaixa no perfil.

GARANTIA

Como o investimento será alto e a folha de pagamento uma das mais caras da NBA, forçando o pagamento da "taxa de luxo" da liga, o Cleveland Cavaliers tem um "plano B" caso Shaquille O'Neal não se dê bem ao lado de LeBron James.

O pivô tem contrato até o final da próxima temporada, e seria cortado do elenco, deixando-o livre para negociar com qualquer outro clube. Se isto acontecer, provavelmente será porque o time de Cleveland não conquistou o campeonato, o que significará o fim da era LeBron James, que procurará outra franquia para ser campeão.

NOVO RUMO

Depois de excessivos erros, a diretoria do Phoenix Suns mostra, com esta troca, que irá reformular o plantel. Agora, a intenção é manter Amare Stoudemire, Steve Nash, Jason Richardson e Leandrinho, e procurar, com a economia que fez em mandar Shaq para Cleveland (cerca de US$ 10 milhões), contratar novos jogadores que se encaixem na filosofia ofensiva da equipe do Arizona.

Atualizada às 16h30 para acréscimo de informação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.