Rick Bowner/AP
Rick Bowner/AP

Spurs cai para Jazz, perde 3ª seguida e liga sinal de alerta na NBA

Com campanha irregular, atuais campeões já veem sua vaga nos playoffs ameaçada. Equipe de Utah triunfa a segunda consecutiva

Estadão Conteúdo

24 de fevereiro de 2015 | 08h26

Atual campeão, o San Antonio Spurs está fazendo na temporada 2014/2015 uma de suas piores campanhas nos últimos anos na NBA. Na rodada de segunda-feira, os texanos caíram por 90 a 81 para o Utah Jazz fora de casa, sofreram a terceira derrota seguida e já veem ameaçada a vaga nos playoffs da Conferência Oeste.

O Spurs é apenas o sétimo da conferência, com 34 vitórias. A sorte da equipe é que o New Orleans Pelicans, nono colocado, está bastante atrás, com cinco triunfos a menos. O Jazz, por sua vez, sequer sonha com os playoffs e é apenas o 11.º, com 21 vitórias, mas conseguiu seu segundo resultado positivo seguido.

O bom momento do Jazz tem a ver com a troca que enviou Enes Kanter para o Oklahoma City Thunder. Rudy Gobert assumiu a titularidade do garrafão ao lado de Derrick Favors e nos sete jogos em que começaram juntos, o time permitiu uma média de somente 89,4 pontos. A melhor defesa da NBA no geral é a do Memphis Grizzlies, com 94 pontos permitidos por jogo.

Na segunda-feira, Favors terminou com 14 pontos e 10 rebotes, enquanto Gobert anotou sete pontos e 14 rebotes, mas o destaque ofensivo veio do banco: Trey Burke, com 23 pontos. Pelo Spurs, o melhor foi o veterano Tim Duncan, autor de 14 pontos e 10 rebotes.

E se a defesa do Jazz voltou a se destacar, a do Grizzlies não deixou por menos e levou o time de Memphis a uma importante vitória sobre o Los Angeles Clippers, fora de casa. O segundo colocado da Conferência Oeste bateu o sexto por 90 a 87, graças ao erro de Chris Paul. Com o Clippers um ponto atrás, o armador perdeu a bola a cinco segundos para o fim. Mike Conley sofreu falta, acertou os dois lances livres e garantiu a vitória.

Conley, aliás, foi o cestinha do Grizzlies, com 18 pontos, e contou com as colaborações de Jeff Green, com 16, e Marc Gasol, com 14. Mas o maior pontuador da noite saiu do lado do Clippers, justamente Chris Paul, com 30 pontos além de 10 assistências.

Ainda na segunda, James Harden mostrou porque é considerado por muitos o principal candidato ao prêmio de MVP (jogador mais valioso) da temporada. O ala/armador conduziu o Houston Rockets à vitória sobre o Minnesota Timberwolves por 113 a 102, em casa. Este foi o 38.º triunfo dos texanos, que estão em terceiro no Oeste.

Harden anotou seu quarto "triple-double" na carreira, o segundo na temporada, ao terminar com 31 pontos, 11 rebotes e 10 assistências. Ele ofuscou a grande atuação do calouro Andrew Wiggins, que marcou 30 pontos pelo Timberwolves.

Em outros jogos da noite, o New Orleans Pelicans superou uma desvantagem de 18 pontos para virar sobre o Toronto Raptors e derrotar o segundo colocado do Leste por 100 a 97, em casa. Melhor para o Chicago Bulls, terceiro colocado do Leste, que encostou ao bater o Milwaukee Bucks por 87 a 71, em casa.

Confira os resultados de segunda-feira na NBA:

Miami Heat 119 x 108 Philadelphia 76ers

Chicago Bulls 87 x 71 Milwaukee Bucks

Houston Rockets 113 x 102 Minnesota Timberwolves

New Orleans Pelicans 100 x 97 Toronto Raptors

Denver Nuggets 82 x 110 Brooklyn Nets

Phoenix Suns 110 x 115 Boston Celtics

Utah Jazz 90 x 81 San Antonio Spurs

Los Angeles Clippers 87 x 90 Memphis Grizzlies

Acompanhe as partidas da NBA nesta terça-feira:

Washington Wizards x Golden State Warriors

Detroit Pistons x Cleveland Cavaliers

Oklahoma City Thunder x Indiana Pacers

Dallas Mavericks x Toronto Raptors

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBAUtah JazzSan Antonio Spurs

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.