Spurs massacra Heat e abre 2 a 1 na final da NBA

O San Antonio Spurs abriu 2 a 1 sobre o Miami Heat na noite desta terça-feira na série decisiva da melhor de sete partidas da grande decisão da NBA. Com uma atuação espetacular, a equipe do Texas bateu os atuais campeões por 113 a 77 e voltaram a liderar o confronto.

AE, Agência Estado

12 de junho de 2013 | 09h09

No primeiro jogo da final disputado fora de Miami, o Spurs aproveitou o apoio da torcida para ser avassalador no AT&T Center. O time do Texas sobrou em quadra esteve à frente no placar do começo ao fim do duelo, sem ser incomodado. O cestinha da partida foi Danny Green, que marcou 27 pontos na noite de terça. O brasileiro Tiago Splitter esteve em quadra por cerca de 25 minutos e garantiu oito pontos para os Spurs. Ele também conquistou cinco rebotes.

Além de Green, outros jogadores considerados coadjuvantes do Spurs se saíram bem, como Kawhi Leonard, principal marcador de LeBron James, que marcou 14 pontos e obteve 12 rebotes, e Gary Neal, que anotou 24 pontos. Tony Parker fez oito pontos e deu seis assistências e Tim Duncan somou 14 rebotes e 12 pontos.

Dwyane Wade foi o principal anotador do Heat, com 16 pontos, um a mais do que Mike Miller e LeBron James, que obteve 11 rebotes. Já Chris Bosh somou 12 pontos e 10 rebotes.

A determinação da equipe do técnico Gregg Popovich diante dos atuais campeões da NBA levou o time da casa a superar a decepção na segunda partida da final para ter a vitória confortável garantida ao dominar o garrafão. Foram ao todo 52 rebotes obtidos pelos jogadores do time de San Antonio contra 36 da equipe de Miami. Além disso, o Spurs teve desempenho impressionante nos arremessos de três pontos e alcançou um novo recorde em uma partida de final da NBA ao converter 16 tentativas.

A terceira partida da decisão começou equilibrada, mas com ligeira vantagem do Spurs, que fechou o primeiro quarto vencendo por 24 a 20. E a equipe aproveitou a atuação irregular de LeBron, que converteu apenas dois de oito arremessos de quadra no primeiro tempo, para ir ao intervalo vencendo por 50 a 44.

O Spurs foi avassalador em quase todo o terceiro quarto, tanto que chegou a abrir uma vantagem de 21 pontos (73 a 52) para o Heat, que parecia ter apenas os arremessos de três de Miller - acertou os cinco que tentou na partida - como alternativa. No final do quarto, LeBron anotou os últimos nove pontos do Heat e a equipe chegou a ficar a 13 pontos do Spurs - 76 a 63.

Porém, o time de San Antonio logo freou a reação da equipe de Miami ao anotar 15 pontos consecutivos, incluindo uma enterrada de Splitter e duas cestas de três de Neal, para fazer 91 a 63. Assim, com excelente desempenho no garrafão e nos arremessos de três, ao Spurs foi ampliando a sua vantagem até fechar a sua vitória com o arrasador placar de 113 a 77.

Spurs e Heat voltam a se enfrentar nesta quinta-feira, novamente em San Antonio no quarto jogo da série, às 22 horas (de Brasília). A partida 5 da final será no domingo, também no ginásio do Spurs.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.