William J. Abate/ EFE
William J. Abate/ EFE

Spurs vence reservas do Warriors e pode empatar na liderança na segunda

Sem a presença dos principais jogadores, equipes atuaram em um jogo bastante esvaziado

Estadao Conteudo

12 de março de 2017 | 09h58

As duas equipes de melhor campanha da NBA se enfrentaram sábado à noite em um jogo bastante esvaziado, sem a presença dos principais jogadores dos dois times. Com um conjunto melhor e jogando diante da sua torcida, o San Antonio Spurs bateu o Golden State Warriors por 107 a 85, num resultado que pode mudar os rumos da temporada.

Após sofrer a quinta derrota desde a lesão de Kevin Durant, sete jogos atrás, o Warriors aparece com aproveitamento de 78,8%, com 52 vitórias em 66 jogos. O Spurs iguala essa campanha se vencer o Atlanta Hawks, na segunda-feira, uma vez que tem 51 vitórias em 65 partidas. Os dois times não só brigam pela liderança da Conferência Oeste, como da NBA de forma geral.

Apesar da importância desse jogo, o Warriors optou por descansar Draymond Green, Andre Iguodala, Stephen Curry e Klay Thompson - isso sem contar a ausência de Durant. Já o Spurs perdeu LaMarcus Aldridge, que vai ficar de fora da equipe por tempo indeterminado após ser diagnosticado com arritmia cardíaca, e também não contou com Kawhi Leonard, que tinha um protocolo de concussão, e o machucado Tony Parker.

Mais acostumado ao jogo coletivo, o Spurs sentiu menos as ausências e liderou o placar durante toda a partida. No intervalo, já ganhava por 15 pontos. Dali em diante, a vantagem nunca foi menor do que dois dígitos. Isso possibilitou aos dois técnicos utilizarem reservas e analisarem o elenco. O cestinha do jogo veio do banco do Warriors: Ian Clark, com 36 pontos.

Alheio à disputa pela liderança do Oeste, o Cleveland Cavaliers se preocupa em manter a ponta no Leste. No sábado à noite, contou com grande atuação de LeBron James para vencer o Orlando Magic por 104 a 116, na casa do rival. O astro teve um 'triple-double' de 24 pontos, 12 rebotes e 13 assistências.

Foi o nono triple-double dele na temporada, uma marca expressiva para quem fez apenas três em toda da temporada passada e havia somado seis nas últimas três temporadas. Na 2016/17, ele só aparece atrás de Russell Westbrook, que chegou à 32.ª na tarde de sábado e James Harden, que tem 15.

Mas mais do que o ranking de triple-doubles, o Cavaliers se preocupa com a classificação. Com apenas cinco vitórias nos últimos 10 jogos, o time soma 43 triunfos e vê a aproximação do Washington Wizards, que ganhou as últimas cinco e vem em ótima fase, chegando a 41 vitórias.

No sábado à noite, venceu o Portland Trail Blazers por 125 a 124, na prorrogação, graças a uma cesta de Markieff Morris a 0s4 do fim. John Wall estava em noite inspirada e marcou 39 pontos, enquanto que, pelo Blazers, CJ McCollum e Damian Lillard somaram juntos 67 pontos.

Leandrinho Barbosa jogou por 15 minutos na vitória do Phoenix Suns sobre o Dallas Mavericks por 100 a 98, marcando quatro pontos, apenas. Lucas Bebê e Bruno Caboclo não foram utilizados em mais um tropeço do Toronto Raptors, que perdeu do Miami Heat por 104 a 89.

Confira os resultados deste sábado na NBA:

Oklahoma City Thunder 112 x 104 Utah Jazz

Los Angeles Clippers 112 x 100 Philadelphia 76ers

Detroit Pistons 112 x 92 New York Knicks

Charlotte Hornets 122 x 125 New Orleans Pelicans

Orlando Magic 104 x 116 Cleveland Cavaliers

Milwaukee Bucks 102 x 95 Minnesota Timberwolves

Miami Heat 104 x 89 Toronto Raptors

San Antonio Spurs 107 x 85 Golden State Warriors

Memphis Grizzlies 107 x 90 Atlanta Hawks

Dallas Mavericks 100 x 98 Phoenix Suns

Portland Trail Blazers 124 x 125 Washington Wizards

Sacramento Kings 92 x 105 Denver Nuggets

Acompanhe a rodada deste domingo na NBA:

Boston Celtics x Chicago Bulls

Brooklyn Nets x New York Knicks

Indiana Pacers x Miami Heat

Phoenix Suns x Portland Trail Blazers

Houston Rockets x Cleveland Cavaliers

Los Angeles Lakers x Philadelphia 76ers

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.