Kyle Terada/USA Today
Kyle Terada/USA Today

Stephen Curry brilha e Warriors conquistam segunda vitória sobre os Blazers na final do Oeste

Ofuscando o irmão, que joga na equipe rival, e os próprios colegas de equipe, armador marca 37 pontos

Redação, Estadao Conteudo

17 de maio de 2019 | 09h02

Em mais um duelo entre os irmãos Stephen e Seth Curry, o primeiro teve mais motivos para comemorar na noite desta quinta-feira, em Oakland. O Golden State Warriors, time de Stephen, venceu novamente o Portland Trail Blazers, por 114 a 111, na casa da equipe californiana. O duelo fez os Warriors abrirem 2 a 0 na série da final da Conferência Oeste da NBA.

Ofuscando o irmão e os próprios colegas de equipe, Stephen foi o maior destaque da partida. Cestinha, anotou 37 pontos e registrou ainda oito rebotes e o mesmo número de assistências. Em noite inspirada, ele ainda liderou o time na virada, a partir do terceiro quarto.

Mas não esteve sozinho. Klay Thompson contribuiu com 24 pontos e Draymond Green quase anotou um "triple-double", com seus 16 pontos, dez rebotes e sete assistências. E Kevon Looney deixou o banco de reservas para registrar 14 pontos e sete rebotes. Kevin Durant foi mais uma vez desfalque.

Do outro lado da quadra, Seth Curry fez boa exibição, mesmo na reserva. Longe de exibir o mesmo currículo do irmão mais velho, de 31 anos, o jogador do Trail Blazers, de 28, teve atuação de brilho, com seus 16 pontos, um rebote e duas assistências nos 29 minutos em que esteve em quadra.

Como de costume, os visitantes foram liderados por Damian Lillard e CJ McCollum, com 23 e 22 pontos, respectivamente. Lillard terminou a partida com um "double-double" por contribuiu também com dez assistências. Assim, Seth foi o terceiro maior pontuador da equipe.

Diante dos pais na arquibancada, Seth teve a dura missão de marcar o próprio irmão. Sem sucesso durante a maior parte do jogo na defesa, contribuiu mais no ataque, em noite em que os Trail Blazers assustaram os Warriors, atuais bicampeões da NBA e favoritos no confronto.

Os visitantes começaram melhor. Saíram na frente no primeiro quarto e terminaram o primeiro tempo com vantagem de 15 pontos no placar. Mas os anfitriões iniciaram a reação no terceiro quarto, como costuma fazer, e terminou o duelo embalado, ficando mais perto do título da Conferência e da vaga na grande final da NBA.

Tentando parar o ritmo dos favoritos, os Trail Blazers vão tentar a primeira vitória neste sábado, no primeiro jogo da série em sua casa. Um novo tropeço deixará os Warriors a uma vitória do título.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.