Técnico do Denver Nuggets quer reintegrar Nenê ao grupo

"Quero que ele volte e fique com o time, entendendo que o basquete é uma pequena família", diz George Karl

23 de janeiro de 2008 | 20h58

O técnico George Karl quer reintegrar o pivô Nenê ao grupo de jogadores do Denver Nuggets, para ajudá-lo na recuperação da cirurgia para retirada de um tumor no testículo realizada na semana passada. A idéia é fazer o brasileiro voltar a viver o clima da equipe, apesar de ele ainda não ter prazo para poder treinar e jogar basquete novamente. Nenê está se recuperando em sua casa, na cidade de Denver, nos Estados Unidos. Na terça-feira, o Denver Nuggets confirmou, através de comunicado no site oficial, que o tumor do brasileiro era realmente maligno. Mas já foi tudo extirpado e os prognósticos são otimistas. Segundo o empresário de Nenê, Alex Santos, o jogador está fazendo uma série de exames para saber quando terá condições de voltar ao basquete. "Os resultados preliminares são muito bons. Ele está se sentindo melhor", afirmou o agente, em entrevista ao jornal Denver Post.  Enquanto isso, George Karl, que já teve câncer e conseguiu se curar, defende a tese de que a convivência com o grupo do Nuggets pode ajudar Nenê. Ele, inclusive, espera que o jogador brasileiro vá acompanhar os treinos do time num futuro próximo. "Quero que ele volte e fique com o time, entendendo que o basquete é uma pequena família", disse George Karl, que acredita, inclusive, que Nenê voltará a jogar ainda nesta temporada da NBA - acaba em julho. "Ele sabe que o amamos e precisamos dele. O que pudermos fazer para ajudá-lo nós vamos fazer." Um dos jogadores do Denver Nuggets, o pivô Marcus Camby, revelou que já conversou com Nenê depois da cirurgia. E disse que o brasileiro está encarando bem a situação. "Ele sabe que tem todo meu apoio. Estamos rezando por ele e esperando vê-lo logo por aqui", afirmou o atleta.

Tudo o que sabemos sobre:
NBADenver NuggetsNenê

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.