Técnico do Spurs, Popovich comandará os EUA após Rio-2016

Um dos maiores técnicos da NBA em todos os tempos, Gregg Popovich será também o comandante da seleção norte-americana de basquete após os Jogos Olímpicos do Rio. Ele substituirá o também lendário treinador Mike Krzyzewski, o "Coach K", que decidiu deixar o cargo após o evento em 2016.

Estadão Conteúdo

23 de outubro de 2015 | 15h57

Com o anúncio da decisão do Coach K na última segunda-feira, o nome de Popovich ganhou força nas especulações da imprensa norte-americana como possível substituto. Somente nesta sexta, no entanto, a USA Basketball, entidade responsável pela seleção nacional, confirmou o vitorioso técnico do San Antonio Spurs para o cargo. Ele assinou contrato por quatro anos, para comandar a equipe no ciclo olímpico de Tóquio-2020.

"Estou extremamente orgulhos e honrado de ter a oportunidade de representar nosso país como técnico da seleção. O que nosso programa alcançou ao longo da última década sob o comando de Mike Krzyzewski é realmente impressionante. Farei o máximo para manter o alto padrão de sucesso, classe e caráter estabelecido por ele e os jogadores que sacrificaram seu tempo em nome do basquete norte-americano", disse Popovich.

Conhecido por um mau humor carismático nas entrevistas, o treinador também marcou seu nome na NBA por liderar uma das dinastias mais vitoriosas da liga em todos os tempos. Ele assumiu o comando do Spurs em 1996/1997 e, desde então, faturou cinco títulos (1999, 2003, 2005, 2007 e 2014) com um estilo de basquete bastante coletivo, comandado, em boa parte destas conquistas, pelo trio Tim Duncan/Manu Ginóbili/Tony Parker.

Popovich terá ao seu lado Jerry Colangelo, que seguirá como diretor da seleção norte-americana após os Jogos do Rio. "Não há dúvida na minha cabeça de que temos muita sorte por trazer um dos melhores e mais vencedores técnicos da NBA para o quadriênio de 2017-20. Ao tomar esta decisão, teremos uma transição limpa, eficiente e imediata após os Jogos Olímpicos de 2016", comentou Colangelo.

Se é um dos técnicos mais vencedores da NBA, Popovich substituirá um dos melhores treinadores da história do basquete universitário norte-americano. Mike Krzyzewski está há 35 anos no comando de Duke, tendo levado a universidade a cinco títulos da NCAA, a liga universitária do país.

Krzyzewski assumiu o comando de uma desacreditada seleção norte-americana em 2006, após um sexto lugar no Mundial de 2002, em plena Indianápolis, e do bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. De lá para cá, conquistou os Mundiais de 2010 e 2014 e as Olimpíadas de 2008 e 2012, reassumindo a hegemonia no basquete.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.